18:06 28 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    674
    Nos siga no

    A Coreia do Sul estará equipando os seus caças F-16 com bombas e mísseis capazes de alcançar alvos terrestres na Coreia do Norte e derrubar caças adversários à distância de 50 – 180 quilômetros.

    Segundo a agência de notícias Yonhap, o caça F-16 irá ser equipado com Munições de Ataque Direto Conjunto, (Joint Direct Attack Munition — GBU-31JDAM,) de fabrico norte-americano, bombas guiadas ar-terra, capazes de alcançar alvos terrestres na Coreia do Norte, e mísseis ar-ar de médio alcance AIM-120, que podem derrubar caças adversários à distância de 50 — 180 quilômetros.

    O projeto do F-16 (Peace Bridge Upgrade — PBU) foi criado em 2009, quando as autoridades da Coreia do Sul assinaram um acordo com a empresa aeroespacial estadunidense Lockheed Martin para modernizar os seus caças. No total, 30 caças teriam sido modernizados desde outubro de 2013.

    Em 12 de dezembro, a Coreia do Norte ameaçou lançar um ataque aéreo contra Seul após os exercícios militares anuais da Coreia do Sul e dos EUA, que se prorrogaram até 3 de dezembro no meio da escalada de tensão na Península Coreana.

    Mais:

    Oportunidade rara de dar uma olhada à vida cotidiana na Coreia do Norte
    Kim Jong-un tem túneis secretos para invadir a Coreia do Sul? (FOTOS)
    Premier sérvio espera receber caças russos em março de 2017
    Esquadrilha de 12 caças Su-30SM formada na Crimeia
    Coreia do Sul inicia construção de novo submarino equipado com mísseis balísticos
    Tags:
    exercícios militares, tensão política, escalada, ataque aéreo, alvos, médio alcance, caça, F-16, Lockheed Martin, Seul, EUA, Península Coreana, Coreia do Norte, Coreia do Sul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar