23:45 24 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Sul-coreanos seguram velas durante uma manifestação contra a presidente Park Geun-hye em uma das avenidas principais de Seul, Coreia do Sul, 26 de novembro de 2016

    Mais de um milhão nas ruas de Seul contra a presidente Park Geun-hye (VÍDEO)

    © REUTERS/ Jeon Heon-kyun/Pool TPX IMAGES OF THE DAY
    Ásia e Oceania
    URL curta
    15136690

    Cerca de 1,3 milhão de manifestantes se reuniram no centro de Seul para exigir a renúncia da presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye, neste sábado (26), relata a RT.

    Os organizadores do protesto esperam que até um milhão e meio de pessoas ocupem as ruas da capital sul-coreana antes do fim da noite, relata Reuters. Além disso, cerca de 500.000 pessoas tomaram as ruas em outras cidades do país.

    ​O governo sul-coreano está imerso em um escândalo de corrupção envolvendo uma velha amiga de Park Geun-hye que teria usado sua intimidade com a presidente para influenciar assuntos de Estado. 

    Os protestos em massa, que ocorrem há quatro semanas, são os maiores no país desde os anos 1980.

    A presidente admitiu seu erro e pediu desculpas ao país no início de novembro.

    A confissão, porém, provocou revolta entre os sul-coreanos, que tomaram as ruas para exigir a renúncia de Park, cujo apoio popular diminuiu para apenas 5%, segundo as últimas pesquisas.

    Devido ao escândalo, a presidente já destituiu vários altos funcionários, incluindo o primeiro-ministro, o ministro das Finanças e oito secretários presidenciais.

    Mais:

    Governo da Coreia do Sul explica pílulas de Viagra encontradas no gabinete presidencial
    Pela primeira vez na história, presidente da Coreia do Sul pode ser interrogada
    'É tudo culpa minha': Presidente da Coreia do Sul se desculpa por escândalo com amiga
    Tags:
    vídeo, escândalo, corrupção, manifestação, protestos, Park Geun-hye, Seul, Coreia do Sul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik