01:17 23 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Logo da Samsung em uma exposição

    Promotores da Coreia do Sul invadem escritórios da Samsung

    © flickr.com/ Kārlis Dambrāns
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 132320

    Promotores sul-coreanos fizeram uma busca nesta terça-feira (22) – quarta-feira na Coreia do Sul – nos escritórios do Grupo Samsung em Seul, segundo informou a agência de notícias Yonhap.

    A operação investiga a suposta ligação da companhia com Choi Soon-sil, a confidente de longa data da presidente Park Geun-hye, acusada de passar funções estatais à amiga, que é filha do líder de um polêmico culto pseudo-cristão no país.

    Uma porta-voz da Samsung confirmou que funcionários do Ministério Público sul-coreano visitaram a sede do grupo, mas não deu mais detalhes.

    De acordo com a Yonhap, a Samsung poderia ter pago cerca de 3 milhões de dólares para uma companhia administrada por Choi para financiar o treinamento equestre de sua filha. 

    Em outubro, a imprensa sul-coreana afirmou que Choi Soon-sil, amiga de longa data e assistente espiritual de Park, teria recebido rascunhos de discursos e outros documentos presidenciais que poderiam conter informações confidenciais, mesmo sem nunca ter exercido oficialmente um cargo público.

    A revelação causou uma grande onda de protestos no país, levando muitas pessoas a pedir a renúncia da presidente, que, segundo elas, poderia estar sob influências obscuras, uma vez que Choi é filha de um importante líder religioso local, e que também foi mentor da presidente durante muitos anos.

    Park também é suspeita de levantar fundos para duas organizações não governamentais do país, que, em última instância, acabariam indo parar nas contas de Choi Soon-sil.

    Mais:

    Pela primeira vez na história, presidente da Coreia do Sul pode ser interrogada
    'É tudo culpa minha': Presidente da Coreia do Sul se desculpa por escândalo com amiga
    Tags:
    fraude, protestos, afastamento, presidente, amiga, culto, seita, escândalo, investigação, Samsung, Choi Soon-sil, Park Geun-hye, Seul, Coreia do Sul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik