04:57 09 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    13218
    Nos siga no

    A Coreia do Norte chama de cenário perigoso a intenção dos EUA de criar uma versão asiática da OTAN com a participação da Coreia do Sul e Japão, diz-se no comunicado da embaixada norte-coreana na Rússia, informou a agência russa RIA Novosti.

    Segundo o comunicado da embaixada, os EUA já começaram instalar a 1ª brigada blindada na Coreia do Sul, composta de 3,5 mil soldados em base rotativa, e informaram as autoridades japonesas sobre os seus planos de instalar 16 caças furtivos F-35 na base da infantaria naval dos EUA no Japão a partir do próximo ano. Além disso, os EUA planejam instalar no Japão os destroieres norte-americanos Zumwalt e navios pesados de desembarque Wasp, que transportam caças de nova geração e a 31ª força-tarefa da infantaria naval.

    "É uma parte do cenário perigoso destinado à formação de uma versão asiática da OTAN, liderada pelos EUA", diz-se no comunicado. A embaixada norte-coreana disse que "os EUA usam a aliança militar EUA-Japão-Coreia do Sul como alavanca para reforçar a sua influência no Nordeste da Ásia e contenção da Coreia do Norte, China e Rússia".

    "É evidente que a criação do novo bloco militar dos EUA no Nordeste da Ásia permitirá transformar toda a Ásia num palco de competição militar. A realidade prova mais uma vez que são os EUA e a sua estratégia de domínio militar que ameaçam a paz e a segurança na região da Ásia-Pacífico", diz-se no comunicado.

    Depois de cinco meses de negociações, os EUA e a Coreia do Sul acordaram instalar o sistema THAAD que deverá, se for necessário, interceptar mísseis balísticos da Coreia do Norte. Anteriormente, a agência Yonhap informou, citando o comandante das tropas norte-americanas na Coreia do Sul, Vincent Brooks, que o THAAD será instalado na Coreia do Sul durante os próximos 8-10 meses.

    O Ministério da Defesa da Rússia declarou que a instalação pelos EUA na Coreia do Sul dos sistemas THAAD ameaça aumentar as tensões e criar obstáculos para a regularização na península coreana.

    O Japão aprovou estes planos, destacando que a implantação do THAAD contribuirá para a paz e estabilidade na região.

    Mais:

    Kim Jong-un inspeciona centro militar criado para 'eliminar' líderes da Coreia do Sul
    'É tudo culpa minha': Presidente da Coreia do Sul se desculpa por escândalo com amiga
    Mistério na Coreia do Norte: Onde está a esposa de Kim Jong-un?
    Coreia do Norte ameaça atacar vizinho se guerra psicológica não cessar
    Tags:
    bloco, segurança, OTAN, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Japão, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar