17:41 18 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Prisidente das Filipinas Rodrigo Duterte

    Líder filipino é contra qualquer presença militar estrangeira no país

    © REUTERS /
    Ásia e Oceania
    URL curta
    8121

    O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, não aceita a presença de tropas estrangeiras no território do país.

    As informações são da agência Reuters.

    Segundo ele, os EUA podem esquecer o Acordo Ampliado de Cooperação na Área da Defesa entre os dois países, caso ele continue sendo o presidente.

    "Sobre o Acordo Ampliado de Cooperação na Área da Defesa, então, esqueçam", essas foram as palavras de Duterte, citadas pelo portal online GMA News.

    "Estou aguardando o tempo quando já não verei quaisquer militares estrangeiros no meu país, exceto os soldados filipinos", declarou Duterte antes da sua visita ao Japão.

    De acordo com o ministro da Defesa filipino Delfin Lorenzana, atualmente, 107 soldados norte-americanos se encontram na ilha filipina de Mindanao onde o terrorismo é intensificado. Esses soldados exercem a função de conselheiros militares.

    Antes, o líder filipino anunciou que está na hora do seu país se despedir dos EUA, mas depois suavizou sua retórica declarando que as Filipinas não podem romper as relações com os americanos, mesmo precisando "se separar da política externa" norte-americana.

    Mais:

    Presidente filipino: mar do Sul da China é nosso
    O show continua? Presidente filipino diz que Obama pode ‘ir para o inferno’
    Tags:
    separação, retórica, terrorismo, defesa, presença militar, Reuters, Rodrigo Duterte, Japão, EUA, Filipinas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar