21:40 17 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Presidente das Filipinas Rodrigo Duterte discursando antes de partir para a cúpula da ASEAN em Laos, 5 de setembro de 2016

    Presidente filipino se compara a Hitler

    © REUTERS / Russia Picture Service
    Ásia e Oceania
    URL curta
    188

    O presidente filipino Rodrigo Duterte tornou-se protagonista de mais um escândalo, se comparando a Adolf Hitler.

    Falando perante jornalistas, Duterte afirmou que alguns críticos o vêem como "primo de Hitler".

    Destacando que Hitler tinha assassinado milhões de judeus, o presidente disse:

    "Nas Filipinas há três milhões de drogados. Ficaria feliz de matá-los. Se a Alemanha tinha Hitler, as Filipinas têm…" Nesse momento Duterte fez uma pausa e apontou para si, informa a agência Reuters.

    Esta não é a primeira afirmação equivocada do líder filipino. Na véspera da cúpula do G20 na China, ele chamou Barack Obama de filho da p*** e mais tarde, o secretário-geral da ONU de imbecil. 

    O presidente filipino, eleito em maio, defende uma campanha de grande escala contra as drogas e os traficantes. Segundo a polícia, desde sua chegada ao poder, no país foram mortas cerca de 2,4 mil pessoas relacionadas com o tráfico de drogas.

    Mais:

    'Que se f***': quem irritou o presidente das Filipinas desta vez?
    Ex-membro de 'esquadrão de morte': presidente das Filipinas matou oficial de justiça
    Presidente das Filipinas continua injuriando líderes mundiais
    Tags:
    tráfico de drogas, Rodrigo Duterte, Adolf Hitler, Filipinas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik