16:43 18 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Soldado do Exército da Coreia do Norte

    Chancelaria do Japão: Coreia do Norte deve entender consequências de suas ações

    © AP Photo/ Wong Maye-E, File
    Ásia e Oceania
    URL curta
    726

    O Japão tenciona cooperar com outros países para "fazer a Coreia do Norte perceber" que Pyongyang vai pagar pela realização dos novos testes nucleares realizados na semana passada, comunicou o ministro das Relações Exteriores do Japão, Fumio Kishida, na reunião do Comitê Parlamentar para a Política Exterior.

    "Para que Coreia do Norte sinta o custo das suas ações provocatórias, vamos intensificar a pressão e cooperar com a comunidade internacional", disse ministro. 

    O Comitê aprovou uma resolução na qual se diz que as ações da Coreia do Norte "são inaceitáveis para o Japão, o único país que sofreu um bombardeamento nuclear".

    ​O documento inclui também um apelo ao governo japonês de apoiar a adoção de novas sanções do Conselho da Segurança da ONU contra a Coreia do Norte e de intensificar as suas próprias sanções contra o país.

    ​Na sexta (9) Coreia do Norte comunicou sobre a realização bem-sucedida de um novo teste nuclear. Todos os três mísseis lançados caíram na zona econômica exclusiva do Japão, que foi avaliado como perigo direto para a segurança deste país.

    Mais:

    Premiê do Japão ordena preparar projeto de sanções unilaterais contra a Coreia do Norte
    Japão: Coreia do Norte faz progressos em tecnologia de mísseis
    Tags:
    consequências, opinião, mísseis, reação, lançamento, sanções, Fumio Kishida, Coreia do Norte, Japão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik