07:25 25 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0239
    Nos siga no

    Três navios da guarda costeira chineses entraram na zona das ilhas disputadas Senkaku (nome chinês - Diaoyu), informa o serviço de segurança do mar do Japão.

    A zona abrange 22,2 quilômetros entre a área econômica exclusiva e águas territoriais japonesas. No início de agosto, dois navios de patrulha e seis escunas entraram no território disputado. Tal façanha provocou críticas por parte de Tóquio. O embaixador da China foi chamado à chancelaria japonesa, onde foi declarado protesto drástico.

    O serviço de segurança no mar está exigindo a saída dos navios chineses da zona, reforçando que eles não se aproximem das águas territoriais do Japão.

    As ilhas de Senkaku (Diaoyu) são motivo de disputa territorial entre a China e o Japão. O Japão declara que ocupa a ilha desde 1895, Pequim afirma que mapas japoneses de 1783 e 1785 marcam as ilhas como território chinês.

    Depois da Segunda Guerra Mundial, as ilhas, que eram controladas pelos EUA, foram transferidas para o Japão em 1972. Taiwan e China continental defendem que o Japão ocupa ilegalmente as ilhas. O Japão considera que a China e Taiwan começaram a reivindicar pelo território na década de 1970, depois de se tornar claro que as ilhas são ricas em recursos fósseis.

    Mais:

    Por que razão Japão e Rússia de súbito decidem se aproximar?
    Presidente da China: países do G20 têm que desistir do raciocínio de 'guerra fria'
    Japão está pronto para cooperar com Rússia, apesar da disputa pelas Ilhas Curilas
    Por que Portugal vai reforçar presença no Atlântico vigiando Ilhas Selvagens?
    Tags:
    Japão, China, Mar do Japão, águas terriroriais, disputa territorial
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar