09:48 18 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Rodrigo Duterte, presidente das Filipinas

    Filipinas têm estado de emergência decretado

    © REUTERS/ Erik De Castro
    Ásia e Oceania
    URL curta
    167851

    O presidente das Filipinas Rodrigo Duterte decretou hoje (5) estado de emergência, justificando a medida com uma crescente onda de "violência ilícita" no país, reportou a agência de notícias Xinhua.

    "O regime entra em vigor a partir de hoje e será mantido até que seja revogado pelo presidente" – declarou um porta-voz do serviço de imprensa do presidente filipinio, Kristian Ablan.

    Nas suas palavras, de acordo com a Constituição, como comandante-em-chefe Duterte pode acionar o Exército, que deverá, nesse caso, agir em conformidade com a lei do país.

    Duterte, de 71 anos de idade, ganhou a eleição presidencial em 9 de maio. Durante sua campanha eleitoral, ele prometeu à nação de pôr fim no crime organizado e na corrupção num prazo de seis meses após o início de seu mandato, fazendo com que ele ganhasse popularidade entre os eleitores. Autoridades policiais acreditam que tal promessa é impossível de ser realizada em tão curto período.

    No mês passado, Duterte se dirigiu à população com discurso encorajando a perseguição e o livre assassinato de traficantes no país. Dados divulgados no domingo (4), revelaram que a guerra ao crime de seu governo já provocou a morte 2400 pessoas.

    Mais:

    Presidente das Filipinas declara fim do cessar-fogo unilateral com rebeldes comunistas
    Filipinas alarmadas com possibilidade de a China invadir uma ilha no mar do Sul da China
    Filipinas ameaçam 'confronto sangrento' com Pequim no Mar do Sul da China
    Tags:
    estado de emergência, Rodrigo Duterte, Filipinas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik