06:21 25 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    O primeiro-ministro japonês Shinzo Abe durante o encontro com Vladimir Putin nas margens do Fórum Econômico do Oriente em Vladivostok

    Shinzo Abe quer assinar acordo e iniciar nova etapa nas relações russo-japonesas

    © Sputnik / Alexei Druzhinin
    Ásia e Oceania
    URL curta
    14262

    O primeiro-ministro japonês Shinzo Abe pediu ao presidente russo Vladimir Putin para iniciar uma nova etapa nas relações entre os dois países.

    O Japão e a Rússia nunca assinaram um acordo de paz permanente depois da Segunda Guerra Mundial por causa das divergências sobre a soberania de quatro ilhas (Iturup, Kunashir, Shikotan e Habomai) que a Rússia considera como Ilhas Curilas do Sul e o Japão denomina Territórios do Norte.

    "Para revelar completamente o grande potencial das relações entre os nossos dois países, eu estou disposto, juntamente com você, Vladimir, a aplicar todos os esforços para o desenvolvimento das relações russo-japonesas", disse o premiê japonês.

    "Como líder do Japão, estou convencido na justeza da posição do Japão, assim como você, Vladimir, está convencido da justeza da posição da Rússia. Mas, se continuarmos na mesma linha, podemos continuar esta discussão ao longo de décadas. Mas se deixarmos tudo como está agora, sem alterações, nem eu nem você seremos capazes de criar melhores oportunidades para as gerações futuras. Vladimir, você e eu somos homens da mesma geração, vamos ser corajosos e assumir a responsabilidade. Vamos superar todas as dificuldades e deixar às pessoas da próxima geração um mundo em que os nossos dois países revelem seu enorme potencial. Vamos colocar um ponto final nesta situação anormal, que já dura há 70 anos, e começar juntos construindo uma nova etapa nas relações russo-japonesas, que se prolongue pelos próximos 70 anos", disse Abe durante o encontro com Putin nas margens do Fórum Econômico do Oriente em Vladivostok.

    Os dois líderes discutiram durante o Fórum todos os aspetos da cooperação bilateral, incluindo as relações econômicas. O presidente russo, por seu lado, expressou a vontade de dar passos decisivos na cooperação com o Japão, mas acrescentou que estes passos devem ser muito bem preparados.

    "Shinzo, com quem temos relações muito boas e confiáveis, disse que nós tínhamos nossa própria visão da situação e o lado japonês tinha sua própria. Cada lado olha através do prisma dos interesses nacionais do seu país, mas estamos unidos numa coisa — os problemas devem ser resolvidos", disse o presidente russo.

    Mais:

    América Latina está fortemente interessada no Fórum Econômico do Oriente
    Presidente russo: não se pode admitir uma crise entre as duas Coreias
    'Não é por nossa culpa que relações com EUA estão congeladas'
    Tags:
    Fórum Econômico do Oriente, Shinzo Abe, Vladimir Putin, Ilhas Curilas, Vladivostok, Japão, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar