17:30 17 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Polícia em Dhaka, Bangladesh

    Polícia de Bangladesh elimina treinador dos terroristas de Dhaka

    © AP Photo /
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 0 0

    A polícia de Bangladesh matou nesta sexta-feira o suposto treinador dos extremistas responsáveis pelo ataque realizado em um restaurante de Dhaka em julho, que resultou na morte de 22 pessoas.

    Segundo um representante das autoridades locais, o militante, conhecido como Murad, seria o chefe do braço militar da Jamaat-ul-Mujahideen, organização que jurou fidelidade ao grupo terrorista Daesh, que assumiu a autoria do atentado na capital do Bangladesh. Murad foi morto em um tiroteio durante uma operação especial na região, conforme afirmou Sanwar Hossain, da unidade de contraterrorismo da polícia de Dhaka. Dois policiais ficaram feridos.

    A operação desta sexta-feira foi realizada menos de uma semana após a morte, também durante uma troca de tiros, de Tamim Ahmed Chowdhury, apontado como o cabeça por trás do ataque de julho. 

    Mais:

    De 10 a 8 reféns foram liberados durante operação da polícia no restaurante em Bangladesh
    Pelo menos 4 mortos e dezenas de reféns no Bangladesh
    Polícia de Bangladesh prende mais de 3 mil pessoas em 24 horas
    Bangladesh executa líder islâmico por crimes de guerra
    Tags:
    Sanwar Hossain, Tamim Ahmed Chowdhury, Murad, Dhaka, Bangladesh
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik