03:57 24 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Kim Jong-un observa o lançamento de um míssil balístico

    Executivo da Coreia do Norte é executado com arma antiaérea por cochilar em reunião

    © REUTERS/ KCNA/ via REUTERS/Foto de arquivo
    Ásia e Oceania
    URL curta
    402795216

    Dois altos funcionários norte-coreanos foram executados com uma arma anti-aérea no início de agosto sob as ordens do líder do país, Kim Jong-un, informa o jornal sul-coreano JoongAng, citando fontes não identificados.

    De acordo com a publicação, Ri Yong Jin, identificado como alto funcionário do Ministério da Educação, e que pode até mesmo ter ocupado o cargo de ministro, foi preso por cochilar durante uma reunião com Kim e acusado de corrupção antes de ser morto.

    O outro executado seria Hwang Min, ex-ministro da Agricultura, condenado à morte por ter apresentado um projeto considerado como um desafio direto à liderança de Kim.

    Mais:

    Coreia do Sul discute alternativas para instalar THAAD norte-americano
    Coreia do Norte ameaça disparar contra EUA e Coreia do Sul
    Japão reforça cooperação com Coreia do Sul e China sobre Coreia do Norte
    Tags:
    execução, Kim Jong-un, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik