12:23 25 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Kim Jong-un, líder da Coreia do Norte

    Coreia do Norte ameaça disparar contra EUA e Coreia do Sul

    © REUTERS / KCNA
    Ásia e Oceania
    URL curta
    3164

    A Coreia do Norte ameaça abrir fogo contra os EUA e a Coreia do Sul, relata a agência AP.

    O Exército Popular da Coreia do Norte acusou os Estados Unidos e os soldados da Coreia do Sul da provocação "deliberada" e ameaçou abrir fogo contra os equipamentos de iluminação “provocatórios” utilizados pelas tropas norte-americanas e sul-coreanas em uma aldeia no interior da zona desmilitarizada que divide as duas Coreias. 

    Em um comunicado divulgado pelo exército norte-coreano diz-se que as ações dos soldados norte-americanos ameaçam seriamente a segurança das tropas da Coreia do Norte e interromperam as suas atividades normais de monitoramento. 

    Além disso, se afirma que as atividades têm irritado os soldados da Coreia do Norte, ainda mais num momento em que a península coreana está no "limiar da guerra" devido ao início dos exercícios militares conjuntos anuais entre Coreia do Sul e os EUA na segunda-feira (22), algo que Pyongyang qualifica como um ensaio ara uma invasão.  

    "Um refletor direcionado contra o Exército Popular norte-coreano é considerado como uma provocação intolerável e irá ser alvejado", disse o chefe de segurança do exército através de um comunicado. 

    "O objetivo real destas provocações é agir sobre os nervos dos soldados do Exército Popular da Coreia do Norte, fazê-los tomar contramedidas necessárias e classificá-las depois como provocação", frisa o comunicado. 

    O Ministério da Defesa da Coreia do Sul ainda não se pronunciou sobre o assunto.

    Mais:

    Opinião: instalação do THAAD na Coreia do Sul abre 'Caixa de Pandora' na região
    Coreia do Norte faz lançamento-teste de míssil
    EUA condenam lançamento de míssil balístico de submarino da Coreia do Norte
    Tags:
    provocação, EUA, Coreia do Sul, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar