16:48 21 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Veículo do Partido Comunista do Japão

    Qual é o segredo da crescente popularidade do Partido Comunista Japonês?

    © flickr.com/ Daniel Ng
    Ásia e Oceania
    URL curta
    11859140

    Na Rússia o Partido Comunista têm 18% de votos, na Europa os partidos deste tipo se tornam menos populares, enquanto o Partido Comunista do Japão está reforçando suas posições.

    Os comunistas italianos não conseguiram ganhar mandatos por várias vezes, a quantidade de membros do Partido Comunista Francês está diminuindo ano após ano. A influência do partido comunista da Espanha está praticamente ao nível zero. Nesta situação, o partido comunista do Japão, país que é parte do G7, mostra os resultados mais impressionantes. 

    ​Neste momento, o partido comunista do Japão conta com 320 mil membros. Cerca de 20% são jovens e 45% são mulheres. Nas últimas eleições o partido ganhou 10,7% dos votos e conseguiu eleger 14 dos seus membros para o Senado do Japão, reforçando aí as suas posições. 

    "Os comunistas do Japão superam o partido socialdemocrata do Japão e as novas associações politicas nas questões de influência. Foi o Partido Comunista Japonês que não só mostrou uma capacidade de sobrevivência nos anos da crise econômica, como também conseguiu reforçar suas posições políticas e eleitorais", acredita o doutor em ciências históricas e professor da Universidade Estatal de São Petersburgo Ruslan Kostyuk. 

    Segundo o analista, este avanço está ligado com o fato de o Partido Comunista representar uma alternativa clara ao conservantismo que predomina na vida política do país.

    "Os comunistas japoneses estão se manifestando contra a dependência dos EUA e procuram obter a retirada das bases militares dos EUA. […] O Partido Comunista está contra a celebração do Acordo de Parceria Econômica Estratégica Trans-Pacífico e é a favor da democratização das atividades das empresas internacionais e da expansão dos direitos sociais da população ativa", comunicou ele. 

    Além do mais, o partido está contra a energia nuclear, porque o aspecto ecológico é muito importante para ele. Os comunistas apoiam a posição oficial do governo sobre as ilhas de Senkaku, mas também é contra a escalação nas relações com a China. Os comunistas condenam fortemente as provocações por parte da Coreia do Norte.

    Essas posições do partido atraíram estudantes de esquerda e jovens ativistas. Isso parece surpreendente, mas no Japão, o país das tecnologias avançados e aparelhos tecnológicos, o Partido Comunista ganha influência, o que, segundo vários analistas, está associado ao cansaço dos eleitores dos partidos tradicionais.

    Mais:

    Coreia do Norte lança míssil balístico de submarino no mar do Japão
    Japão pede que Coreia do Norte pare com as 'provocações'
    Tags:
    analista, mandato, influência, membros, opinião, eleições, Partido Comunista, Japão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik