10:23 22 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Forças de segurança da Índia em Pampore, nos arredores de Srinagar, Caxemira

    Índia reporta ataque extremista a forças de segurança na Caxemira

    © AP Photo/ Dar Yasin
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0 30103

    Um ataque de militantes no estado indiano de Jammu e Caxemira deixou pelo menos 18 agentes de segurança feridos, segundo informou a imprensa local nesta quarta-feira (24).

    Os militantes lançaram uma granada e abriram fogo contra as forças de segurança na cidade de Pulwama, ferindo policiais e soldados da Força de Reserva Central da Polícia, informou o Indian Express, citando funcionários.

    Quatro dos feridos estão em estado crítico, acrescentou o jornal.

    Nenhum grupo extremista assumiu a responsabilidade pelo ataque até agora.

    No começo do dia, o ministro do Interior indiano Rajnath Singh chegou a Jammu e Caxemira, em segunda viagem à região desde julho, quando a morte de Burhan Wani, um comandante do grupo separatista Hizbul Majahideen, proibido na Índia, pelas forças de segurança do país, provocou uma onda de confrontos sangrentos.

    A região da Caxemira tem sido disputada pela Índia e pelo Paquistão desde a dissolução da Índia britânica e o estabelecimento dos dois Estados em 1947. Alguns moradores locais, especialmente aqueles que residem no Vale da Caxemira, apelam a uma maior autonomia ou mesmo à independência da Índia.

    Mais:

    Conflito entre indianos e paquistaneses deixa quatro mortos na Caxemira
    Confrontos na Caxemira deixam 11 mortos após queda de líder islâmico
    Paquistão propõe à Índia negociações sobre Caxemira
    Tags:
    forças de segurança, ataque, Pulwama, Jammu e Caxemira, Caxemira, Paquistão, Índia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik