05:00 14 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    1838
    Nos siga no

    Como a Índia tenciona concluir um acordo na área de defesa com os EUA, especialistas avisam que isso pode causar danos às alianças já existentes na região.

    A Índia e os EUA querem assinar um acordo que abrirá caminho para compartilhar bases militares com fins de assistência logística e humanitária. O projeto do memorando de entendimento para intercâmbio de logística (LEMOA na sigla inglesa) já está pronto e, pelos vistos, será assinado no âmbito da futura visita do ministro da Defesa indiano, Manohar Parrikar, aos EUA. A visita será iniciada em 29 de agosto.

    Entretanto, o acordo não autorizará os militares norte-americanos a instalarem suas tropas em bases indianas. A decisão de concluir o acordo foi tomada em abril do ano em curso.

    Depois de longas discussões, ambos os países acordaram o projeto de acordo que não prevê a instalação de tropas norte-americanas na Índia sob qualquer pretexto. Ambos os países terão de pedir autorização para usar as infraestruturas com antecedência. O objetivo de as usar são primeiramente treinamentos, exercícios e assistência humanitária.

    Fontes informam que a Índia elaborou este acordo de forma muito cautelosa para evitar que isso afete as relações com outros países, por isso todos os pedidos serão considerados separadamente. O LEMOA é um pouco diferente de outros acordos na área de logística e abastecimento que os EUA concluem com seus aliados militares.

    Enquanto o acordo parece bastante seguro, especialistas declaram que pode influenciar de forma negativa as alianças da Índia na área de segurança já existentes.

    "As suas implicações são muito mais sérias porque estamos dando acesso a pessoas que nos pedem mais acesso do que receberemos deles. Isso coloca-nos numa situação muito vulnerável, porque estrategicamente nós estamos indo contra as alianças de segurança regionais", disse o analista político indiano Nilanjan Mukhopadhya.

    Entretanto, o governo indiano assegurou que nunca assinará um acordo que faça da Índia um aliado militar norte-americano.

    Mais:

    Caças russos Su-30MKI com mísseis BrahMos serão entregues à Índia no início de 2017
    Índia pagará US$ 300 milhões para modernizar helicópteros russos Ka-28
    Índia considera compra de navio de resgate russo
    Passo arriscado: Índia desloca mísseis Brahmos para território disputado com China
    Tags:
    cooperação, projeto, aliados, acordo, bases militares, EUA, Índia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar