04:42 15 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Kim Jong-un, líder da Coreia do Norte

    Diretor do Tesouro da Coreia do Norte desaparece misteriosamente

    © REUTERS / KCNA
    Ásia e Oceania
    URL curta
    783
    Nos siga no

    O diretor para a Europa do Tesouro de Kim Jong-un, líder da Coreia do Norte, desapareceu com um grande monte de dinheiro, informou a agência sul-coreana Yonhap citando o jornal Dong-a Ilbo.

    Foram vários bilhões de wons norte-coreanos (mais de $180 mil).

    O funcionário encarregado das finanças do chamado Departamento 39 do partido no poder, envolvido em operações com divisas realizadas por parte do governo norte-coreano, desapareceu em junho.

    Segundo a fonte, o responsável se encontrava juntamente com seus filhos na Europa, onde trabalhava nos últimos 20 anos. A Yonhap não indicou o país em que trabalhava.

    Este não é o primeiro caso de desaparecimento enigmático de diplomatas norte-coreanos. Em 19 de agosto, se tornou público que o funcionário Kim Son Chol, que desapareceu em julho da missão diplomática da Coreia do Norte na cidade russa de São Petersburgo, foi encontrado em Seul.

    Em 2015, um total de 10 funcionários norte-coreanos fugiram para a Coreia do Sul. A maioria deles pertencia a missões diplomáticas da Coreia do Norte na Europa e no Sudeste Asiático.

    Mais:

    Coreia do Norte pode destruir bases americanas no Pacífico
    EUA se preocupam cada vez mais com ameaça nuclear da Coreia do Norte
    Coreia do Sul exorta Norte a acabar 'imediatamente' com provocação nuclear
    Tags:
    desaparecimento, diplomatas, dinheiro, responsável, Europa, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar