09:26 22 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Coronavírus no mundo no final de setembro de 2021 (12)
    1112
    Nos siga no

    O presidente do laboratório Richmond concluiu afirmando que a ambição da nova fábrica é tornar-se um centro de produção que permita exportar para o resto da região.

    O presidente do laboratório argentino Richmond, Marcelo Figueiras, anunciou em entrevista exclusiva à Sputnik que dentro de um ano será habilitada uma nova planta que permitirá o desenvolvimento da vacina Sputnik V contra COVID-19 do princípio ativo ao final embalagem.

    Essa nova planta permitirá a produção de 500 milhões de vacinas por ano para serem exportadas para os demais países da região.

    Um carregamento de vacinas Sputnik V desembarca em Buenos Aires, na Argentina, no dia 28 de janeiro de 2021.
    © REUTERS / Agustin Marcarian
    Um carregamento de vacinas Sputnik V desembarca em Buenos Aires, na Argentina
    "Em um ano a fábrica teria que ser produtiva", garantiu Figueiras, acrescentando que a planta será construída no município de Pilar e "vai ter capacidade entre frasco, multidose e seringa prensada de [produzir] 500 milhões de doses por ano", revelou Figueiras.

    O novo centro de produção, que custará US$ 65 milhões (aproximadamente R$ 345 milhões) para ser construído, também poderá produzir vacinas de RNA mensageiro.

    O presidente do laboratório Richmond concluiu afirmando que a ambição da nova fábrica é tornar-se um centro de produção que permita exportar para o resto da região: "[O centro vai ligar] toda a América do Sul: Bolívia, Brasil, México, Paraguai, Peru; até falamos em colaborar se eles fizerem alguma fase produtiva", disse Figueiras.

    Tema:
    Coronavírus no mundo no final de setembro de 2021 (12)

    Mais:

    Carlos Bolsonaro diz que 'passaporte da vacina' no Rio fere a Constituição e Paes ridiculariza
    Carta anônima enviada à CPI insta senadores a investigarem distribuidora de vacinas; Mourão é citado
    Bolsonaro muda tom em relação à China em encontro do BRICS: 'Essencial na produção de vacinas'
    FDA rejeita iniciativa da Pfizer de doses de reforço após relatórios de queda da eficácia da vacina
    Tags:
    Argentina, COVID-19, novo coronavírus, vacina, vacina, vacinação, Sputnik V
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar