20:10 16 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    0131
    Nos siga no

    Ministro da Energia Elétrica da Venezuela Néstor Reverol informou na noite de domingo (12) uma perda de carga elétrica em vários estados do país rotulando o incidente como um novo "ataque" contra o Sistema Elétrico Nacional.

    "Queremos informar sobre um novo ataque ao Sistema Elétrico Nacional dentro deste plano de sabotagem permanente e que faz parte da guerra multiforme que temos constantemente recebido", afirmou ministro em declarações telefônicas ao canal estatal Venezolana de Televisión.

    O ministro explicou que o "ataque terrorista" afetou a subestação Aragua em Santa Cruz, município de José Ángel Lamas, e ocasionou "perda de carga em vários estados do país, porque é um sistema interconectado".

    Anteriormente o vice-ministro da Defesa da Venezuela, almirante Alexander Velásquez Bastidas, disse que os EUA atacam a rede de energia elétrica do país para intimidar a nação e viabilizar o tráfico de drogas.

    Em março de 2019, Venezuela foi atingida por dois apagões massivos. Ambos os casos foram provocados por incidentes na maior usina hidrelétrica do país, tendo sido atribuídos a ataques cibernéticos e "impacto mecânico".

    O ministro da Comunicação e Informação da Venezuela informou que os suspeitos foram detectados. Eles são residentes dos EUA, Espanha e Colômbia e os pedidos para sua captura foram enviados para a Interpol.

    Mais:

    Departamento do Tesouro dos EUA restringe transações de títulos da PDVSA até janeiro de 2022
    Venezuela acusa Colômbia de buscar aumentar tensões entre países após conflito na fronteira
    Venezuela chama Colômbia de 'fábrica mercenária' e rejeita acusações sobre ataque a militares
    Tags:
    rede elétrica, ato terrorista, Venezuela, sistema elétrico, apagão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar