03:15 24 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    2113
    Nos siga no

    Vinte e sete congressistas dos EUA pedem uma investigação sobre os drones militares turcos, que teriam peças fabricadas nos Estados Unidos ou por empresas subsidiárias ou filiais do país, sendo uma violação das leis do controle de exportação de armas.

    Nesta segunda-feira (9), 27 membros do Congresso dos EUA expressaram suas preocupações e alertaram sobre os drones da Turquia em uma carta enviada ao secretário de Estado, Antony Blinken.

    Os congressistas afirmaram que os veículos aéreos não-tripulados (VANT) Bayraktar, produzidos na Turquia, desestabilizam várias regiões do Cáucaso, do Sul da Ásia, do Mediterrâneo Oriental e outras, e representam uma ameaça para os interesses dos EUA e de seus aliados, pedindo o fim imediato da exportação de tecnologia de drones dos EUA para a Turquia.

    "Durante o último ano, drones turcos foram mobilizados pelo Azerbaijão contra civis armênios em Artsaque [Nagorno-Karabakh]; na Síria, contra as forças curdas que se juntaram aos EUA na guerra contra Daesh; na guerra civil na Líbia", escreveram os congressistas.

    Ao mesmo tempo, os políticos norte-americanos ressaltaram o fato de a Turquia ter assinado um contrato de aquisição de drones com a Polônia e o o Paquistão. Os drones têm grande potencial para desestabilizar áreas de conflito no Cáucaso, Sul da Ásia, Leste do Mediterrâneo, Oriente Médio e Norte da África, destacaram os congressistas.

    Foi citado o tenente-general Mike Nagata do Exército dos EUA, que disse que os drones turcos são "parte de um desafio muito maior sobre o futuro das relações entre a Turquia, os Estados Unidos e OTAN".

    Os políticos revelam que existem evidências confirmando que os veículos aéreos não tripulados turcos Bayraktar, usados pelo Azerbaijão contra Nagorno-Karabakh no outono passado, tinham peças fabricadas nos EUA ou por subsidiárias ou filiais de empresas americanas, o que seria uma violação das leis de controle de exportação de armas, nas palavras dos congressistas.

    "A transferência contínua dessa tecnologia parece violar as leis de controle de exportação de armas e contradiz as sanções do CAARSA [Lei de Contenção dos Adversários da América através de Sanções] que o Congresso impôs contra a Turquia, especialmente contra suas Indústrias da Defesa do Presidente da Turquia", de acordo com a carta.

    Os legisladores solicitaram um briefing do Departamento de Estado sobre a questão dos drones turcos e pediram o fim imediato da exportação de tecnologia de drones norte-americana para a Turquia.

    Mais:

    FOTOS revelam projeto de navio anfíbio proposto ao Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA
    OTAN intensifica missões de reconhecimento sobre mar Negro, segundo comandante russo
    Caça F-16 de Taiwan perde canopi durante missão de treinamento
    Saab Gripen E testa resistência com passagem em pista alagada no Brasil (VÍDEO)
    Tags:
    Congresso, EUA, armas, drone, Turquia, Azerbaijão, investigação
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar