15:07 23 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    13160
    Nos siga no

    Os familiares das vítimas dos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001 opõem-se à participação do presidente norte-americano Joe Biden em eventos memoriais neste ano se não cumprir o compromisso de desclassificar alguns documentos governamentais sobre a tragédia, diz mídia.

    O grupo de quase 1.800 pessoas, entre as quais estão familiares de vítimas, pessoal de emergência e sobreviventes do ataque, apelaram ao presidente dos EUA para não participar dos eventos memorais em Nova York e Shanksville, estado da Pensilvânia, no 20º aniversário dos atentados.

    O grupo quer que Biden divulgue os documentos que, segundo a opinião deles, contêm evidências de envolvimentos de funcionários da Arábia Saudita nos ataques do 11 de setembro, de acordo com NBC News, citando um comunicado obtido pela mídia.

    Eles declaram que Biden, ainda sendo candidato, se comprometeu a ser mais transparente e divulgar o máximo de informação possível, e que sua administração desde então ignora suas cartas e solicitações.

    "Não podemos em boa-fé e com veneração aos falecidos, doentes e feridos, receber o presidente em nosso solo sagrado até que ele cumpra seu compromisso", escreveram no comunicado.

    O comunicado afirma que, desde a conclusão da Comissão do 11 de Setembro em 2004, foram encontradas muitas evidências do envolvimento de funcionários sauditas nos atentados, mas as autoridades norte-americanos não divulgaram a informação.

    "Através de muitas administrações, o Departamento de Justiça e o FBI [Departamento Federal de Investigação] procuraram ativamente manter a informação em segredo e impedir que o povo americano soubesse a verdade sobre os ataques do 11 de setembro", de acordo com o comunicado citado.

    Mais:

    Pequim critica 'pseudomultilateralismo' dos EUA usado para intromissão em assuntos internos da China
    Japão desiste de adquirir mísseis antinavio dos EUA devido a aumento de preço, diz mídia
    Apresentado conceito de nova aeronave militar dos EUA, análoga ao convertiplano (FOTO)
    Irã: próximos 6 meses serão decisivos para salvar acordo nuclear, diz especialista
    Tags:
    EUA, Estados Unidos, ataque, Joe Biden, terrorismo, presidente, Arábia Saudita
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar