03:45 26 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    1152
    Nos siga no

    Chanceler venezuelano Jorge Arreaza respondeu duramente ao presidente colombiano Iván Duque após este pedir aos EUA que declarassem a Venezuela como país promotor do terrorismo.

    Ontem, o presidente colombiano instou o governo dos EUA a classificar o país vizinho como promotor do terrorismo, afirmando que supostos "grupos extremistas" são protegidos em território venezuelano, uma afirmação que Bogotá repetiu em outras ocasiões, a mais controversa foi feita em setembro de 2019 quando utilizou uma fotografia descontextualizada que apresentou como "evidência" à ONU.

    "Iván Duque, não seja tão cínico. Você está à frente de um narcogoverno exportador de drogas e violência. Uma fábrica de terroristas no poder que liquidou a opção da paz interna e envia mercenários para criar violência e assassinar presidentes na região", disse Arreaza em sua conta no Twitter.
    O presidente da Colômbia, Iván Duque, fala após a chegada de uma remessa de vacinas da Johnson & Johnson contra o coronavírus (COVID-19), em Bogotá, Colômbia, 1º de julho de 2021
    © REUTERS / NATHALIA ANGARITA
    O presidente da Colômbia, Iván Duque, fala após a chegada de uma remessa de vacinas da Johnson & Johnson contra o coronavírus (COVID-19), em Bogotá, Colômbia, 1º de julho de 2021

    Duque fez o pedido diretamente ao embaixador dos EUA na Colômbia, Philip Goldberg, durante o III Seminário Internacional de Análise e Prevenção do Terrorismo Urbano, onde afirmou sem apresentar provas que o governo venezuelano protege os referidos grupos, a quem atribui a responsabilidade pelos dois atentados que ocorreram em Cúcuta no mês passado.

    Em meados deste mês, Jorge Rodríguez, presidente da Assembleia Nacional da Venezuela, mostrou provas em como o assassinato do presidente do Haiti poderia estar ligado ao atentado contra Nicolás Maduro em 2018, chegando mesmo a afirmar que presidente colombiano, Ivan Duque, se tornou "uma verdadeira ameaça" para a paz da região.

    Mais:

    Ataque a helicóptero do presidente colombiano Duque foi feito por dissentes das FARC, diz governo
    Venezuela enfrenta base de operações paramilitares estabelecida na Colômbia, diz ministro da Defesa
    Aeronave militar dos EUA invadiu espaço aéreo de Caracas, afirma Ministério da Defesa venezuelano
    Tags:
    grupos armados, Venezuela, Colômbia, Iván Duque, EUA, terrorismo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar