07:20 27 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    5191
    Nos siga no

    Os EUA correm o risco de seu Departamento do Tesouro ficar sem dinheiro e não poder honrar seus pagamentos habituais a partir de 1º de outubro, quando começa seu ano fiscal, caso não eleve o limite permitido da dívida pública.

    No dia 30 de junho deste ano, o valor da dívida nacional atingiu US$ 28,5 bilhões (R$ 149,9 bilhões). Espera-se que um novo limite seja estabelecido no dia 1º de agosto, de acordo com o endividamento adicional acumulado até o dia 31 de julho.

    Caso a situação se mantenha, ou se os legisladores não elevarem o teto da dívida antes do dia 1º de agosto, o Departamento do Tesouro não terá mais espaço de manobra.

    Para evitar que a dívida chegue ao teto, a única coisa a fazer é tomar medidas extraordinárias que, junto com as entradas de dinheiro, permitem financiar as atividades governamentais durante um período restrito.

    Notas de dólar norte-americano (imagem referencial)
    © AP Photo / Mark Lennihan
    Notas de dólar norte-americano (imagem referencial)

    Estas medidas incluiriam a possibilidade de suspender os investimentos em certos fundos, porém o Escritório de Orçamento do Congresso estima que, uma vez esgotada esta opção, o Departamento do Tesouro não poderá efetuar os pagamentos, o que poderia acontecer daqui a dois ou três meses.

    Quando isso acontecer, o limite imposto provocaria atrasos nos pagamentos das atividades do governo ou o incumprimento das obrigações da dívida governamental, e provavelmente as duas coisas.

    Mais:

    Por que tema da interferência da Rússia nas eleições dos EUA reaparece, mesmo sem Trump no poder?
    Militar da Bulgária que fez tropas dos EUA aterrissarem em local errado cometeu suicídio, diz mídia
    Kremlin responde aos EUA sobre armas 'desestabilizadoras': é OTAN que tem prejudicado atual paridade
    Tags:
    dívida pública, dívida, dinheiro, crise, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar