07:18 02 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    3184
    Nos siga no

    A equipe de Donald Trump, ex-presidente republicano dos EUA, lançou, discretamente, uma nova plataforma nas redes sociais, nesta quinta-feira (1º).

    A nova plataforma se chama GETTR, e seu objetivo é "lutar contra o cancelamento da cultura, promover o senso comum, defender a liberdade de expressão, desafiar monopólios das redes sociais, e criar ideias de negócio de verdade", conforme cita o Politico.

    O ex-porta-voz de Trump, Jason Miller, está monitorando a plataforma, e segundo uma pessoa próxima descreveu, seu portal on-line é semelhante ao Twitter.  

    Até agora, ainda não é claro como Trump está envolvido no novo aplicativo, tal como ainda não se sabe se o ex-presidente vai criar e usar uma conta no GETTR. Porém, dada sua proximidade a Miller, seria possível que esta fosse uma tática para voltar às redes sociais. 

    Segundo a mídia, Donald Trump tem estado buscando novos jeitos de se conectar com seus apoiadores, depois de ter sido expulso das plataformas Twitter e Facebook como resultado dos acontecimentos de 6 de janeiro de 2021, no Capitólio dos EUA.

    Nos últimos meses, foi amplamente divulgado que a equipe de Trump estava procurando uma plataforma para restabelecer sua presença on-line, seja comprando uma empresa e renomeando-a como sua plataforma exclusiva, ou tornando-a um destaque.

    O novo aplicativo ganhou seu lugar no Google e na Apple em meados de junho, e foi recentemente atualizado na quarta-feira (30). Desde então, já foi baixado milhares de vezes e, até agora, parece estar recebendo críticas positivas.

    Em sua descrição na loja de aplicativos, o GETTR é caracterizado como "uma rede social imparcial para as pessoas do mundo afora". Sua classificação é "M" - para maturidade - o que indica que esta nova plataforma não é aconselhada a menores de 17 anos, segundo o Politico.

    Mais:

    Calor mortal nos EUA: residentes do Oregon tentam se salvar de temperaturas anormais
    'Vamos retomar Câmara e Senado', promete Trump durante comício em Ohio
    IRGC não relaciona assassinato de Soleimani e morte de militar dos EUA no Catar
    Tags:
    aplicativo, plataforma, redes sociais, EUA, Jason Miller, Donald Trump
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar