14:26 27 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    1314
    Nos siga no

    Em reunião a portas fechadas, presidente norte-americano teria pedido orientações à OTAN e articulado para coordenar a questão do controle de armas junto à organização.

    Respondendo a perguntas de repórteres nessa terça-feira (15), um alto funcionário do governo norte-americano disse que o presidente dos EUA, Joe Biden, pediu conselhos aos líderes dos Estados-membros da OTAN antes de seu encontro com o presidente russo, Vladimir Putin, amanhã (16).

    "Ele explicou aos líderes o que pretendia dizer. Ele o fez em particular, a portas fechadas, então não vou entrar em detalhes. [No encontro] ele pediu que compartilhassem quaisquer pensamentos ou conselhos que tivessem sobre a reunião", disse o alto funcionário.

    Ainda segundo o mesmo, vários líderes presentes responderam com comentários e foram positivos sobre a próxima cúpula com Putin.

    Presidente Joe Biden e líderes dos governos e Estados-membros da OTAN posam para foto durante a cúpula da OTAN em Bruxelas, 14 de junho de 2021
    © AFP 2021 / KEVIN LAMARQUE
    Presidente Joe Biden e líderes dos governos e Estados-membros da OTAN posam para foto durante a cúpula da OTAN em Bruxelas, 14 de junho de 2021

    Também foi discutido no encontro sobre como coordenar, junto à OTAN, a agenda de controle de armas.

    "Ele [Biden] também prometeu a eles que numa base contínua – na medida em que, por exemplo, estamos trabalhando com a Rússia em questões relacionadas ao controle de armas – ele se coordenaria de perto com a OTAN para que eles tivessem a chance de oferecer contribuições na agenda de controle de armas", acrescentou o funcionário.

    A próxima cúpula entre Putin e Biden está marcada para esta quarta-feira (16) na Villa La Grange, em Genebra, Suíça. De acordo com o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, a reunião durará cerca de cinco horas.

    Mais:

    Think tank afiliado à OTAN teria proposto que Biden faça 'mudança de regime' na Bielorrússia
    Biden 'ignora' acordo de paz entre Trump e Talibã e manterá forças da OTAN no Afeganistão
    OTAN estaria 'irritada' com atraso de Trump na transição de poder para Biden, diz mídia
    Tags:
    Dmitry Peskov, OTAN, EUA, controle de armas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar