22:39 18 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    170
    Nos siga no

    Um ataque hacker realizado no início deste mês contra a Colonial Pipeline, empresa norte-americana que controla um dos principais oleodutos dos Estados Unidos, fez com o que o preço da gasolina no país atingisse um dos maiores valores dos últimos anos. 

    Segundo disse nesta terça-feira (18) a Administração de Informações sobre Energia dos EUA (EIA), o valor do galão de gasolina no país passou de US$ 3,00 (cerca de R$ 16,00) pela primeira vez desde 2014. Um galão equivale a cerca de quatro litros.

    "As interrupções nas operações da Colonial Pipeline levaram a um aumento no preço médio de varejo da gasolina de qualidade regular nos EUA para US$ 3,03 [cerca de R$ 16,00] por galão em 17 de maio, a primeira vez que os preços da gasolina no varejo ficaram em média acima de US$ 3,00 [cerca de R$ 16,00] por galão desde 27 de outubro de 2014", disse um relatório da EIA .

    No dia 7 de maio, um ataque de ransomware forçou o Colonial Pipeline a interromper seu sistema de operação, retomando atividades normais apenas em 15 de maio. Os ataques de ransomware são um tipo específico de ação de hackers que "sequestra" dados e sistemas com criptografia, exigindo posteriormente uma recompensa para a recuperação do controle.

    Cartaz é visto em posto da Exxon sem gasolina depois que um ataque cibernético paralisou o maior duto de combustível do país, operado pela Colonial Pipeline, em Washington, EUA, 15 de maio de 2021.
    © REUTERS / YURI GRIPAS
    Cartaz é visto em posto da Exxon sem gasolina depois que um ataque cibernético paralisou o maior duto de combustível do país, operado pela Colonial Pipeline, em Washington, EUA, 15 de maio de 2021

    O oleoduto, que se estende por mais de 8.000 quilômetros desde refinarias na costa do golfo do México, fornece quase metade da gasolina na costa leste dos EUA, além de combustível para a aviação e óleo para aquecimento. A falta de fornecimento combinada com a corrida às bombas com medo da escassez, fez com que muitas estações ficassem sem gasolina.

    Embora o fornecimento tenha começado a voltar ao normal, muitos postos continuam vazios no sudeste norte-americano, uma das regiões mais populosas do país, sendo a capital Washington uma das áreas mais afetadas. De acordo com a plataforma de informações sobre gasolina do país, a GasBuddy, mais da metade dos postos fechados na capital norte-americana ainda não haviam recebido novos suprimentos até esta terça-feira (18).

    Mais:

    Petrobras anuncia 5º aumento do preço da gasolina no ano
    Brasil: com alta da gasolina, IPCA de fevereiro é o maior para o mês desde 2016
    Petrobras anuncia novo aumento dos preços do diesel e da gasolina
    Petrobras anuncia redução nos preços de diesel e gasolina
    Tags:
    EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar