02:38 21 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    6127
    Nos siga no

    O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, reiniciará a construção do muro na fronteira com o México. O projeto foi idealizado pelo seu antecessor, Donald Trump.

    Em meio a maior crise imigratória da década, o governo de Joe Biden decidiu que retomará a construção do muro na fronteira entre EUA e México.

    Segundo a Fox News, o Corpo de Engenheiros do Exército dos EUA (USACE, na sigla em inglês) retomaria a construção de um trecho de 20 quilômetros de dique no Vale do Rio Grande, no condado de Hidalgo, no Texas. A retomada das obras acontece em razão da pressão de residentes e políticos para conter a onda de imigrantes ilegais que cruzam a fronteira.

    O USACE enfatizou nesta quinta-feira (13) que a construção acontece em um dique do rio, e não no muro em si, mas reconheceu que o trabalho estava sendo feito para "apoiar" o programa de infraestrutura da agência de Alfândega e Proteção de Fronteiras (CBP, na sigla em inglês).

    Os reparos prioritários estão programados para começar em seis semanas para evitar inundações, seguidos pelo estabelecimento de uma parede de dique de concreto com barreiras de segurança, que deverá ficar pronta entre seis e nove meses.

    A Fox News confirmou por meio do Corpo de Engenheiros do Exército dos EUA que a construção em um trecho de 13,4 milhas do dique do muro de fronteira no Vale do Rio Grande será retomada após a pressão de residentes e políticos locais. A administração de Biden havia interrompido todas as construções.

    O Departamento de Segurança Interna dos EUA disse que o trabalho tinha como objetivo "proteger as comunidades fronteiriças de perigos físicos causados pelas construções do governo anterior", como "inundações catastróficas".

    Em entrevista à Fox News, o prefeito de Del Rio, Bruno Lozano, que administra uma cidade próxima à fronteira, disse que estava exasperado com a minimização de seu partido sobre a crise, que viu um aumento de quase cinco vezes nas chegadas indocumentadas.

    "Eles continuam nos dizendo que a fronteira está sob controle e eu simplesmente não entendo como, com um aumento de 392% somente neste ano", disse Lozano.

    Vale lembrar que 20 governadores de estados republicanos, incluindo Greg Abbott, do Texas, se manifestaram sobre o tema, e assinaram uma carta instando Biden a agir sobre a crise migratória.

    "Ao contrário do que afirmam o seu governo, a fronteira não é fechada nem segura", escreveram. "A crise é grande demais para ser ignorada e agora está se espalhando pelos estados fronteiriços para todos os nossos estados".
    Donald assina ordem para construção de muro com México
    © AP Photo / Pablo Martinez Monsivais
    Donald assina ordem para construção de muro com México

    Mais:

    Antes de visitar muro na fronteira com o México, Trump diz que tentativa de impeachment é 'ridícula'
    Biden determina fim da emergência nacional na fronteira dos EUA com o México
    EUA dizem que 3,6 mil soldados ficarão na fronteira com o México até setembro
    Tags:
    México, imigração ilegal, imigração, Muro México-EUA, muro, EUA, Joe Biden, Donald Trump
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar