21:03 17 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    0 0 0
    Nos siga no

    O governo do México fará todos os esforços para determinar o que causou a tragédia da Linha 12 do metrô, que deixou pelo menos 23 mortos e 79 feridos, e estabelecerá as responsabilidades correspondentes.

    "Primeiro você tem que ver o que aconteceu, depois é necessário estabelecer as responsabilidades de quem é o culpado e agir de acordo, não importa quem seja", afirmou nesta terça-feira (4) o chanceler do país, Marcelo Ebrard.

    O ministro fez essas declarações em entrevista coletiva conjunta com o presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, e a prefeita da Cidade do México, Claudia Sheinbaum.

    Obrador disse que "vai fazer todo o possível para que a investigação seja rápida e uma resposta seja dada em breve aos cidadãos".

    ​Ebrard afirmou estar "à inteira disposição das autoridades em tudo o que for necessário para esclarecer e estabelecer responsabilidades" e manifestou o seu respeito pelas famílias dos mortos e feridos na tragédia.

    Pelo menos 23 pessoas morreram e 79 ficaram feridas quando uma estrutura desabou na noite de segunda-feira (3) no metrô na Cidade do México, a pior tragédia da história deste transporte público no país.

    Mais:

    Governo do México pede perdão ao povo maia por 5 séculos de violência
    Desabamento de viaduto do metrô no México deixa ao menos 23 mortos e 65 feridos (VÍDEOS, FOTOS)
    Consequências do desabamento de viaduto do metrô no México que matou 23 pessoas
    Tags:
    mortes, metrô, tragédia, governo, México
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar