12:19 01 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    9616
    Nos siga no

    Os Estados Unidos e quatro de seus aliados europeus condenaram os ataques contra instalações dos EUA e da coalizão no Curdistão iraquiano, advertindo que ações como essas não serão toleradas.

    "Nós, os governos da França, Alemanha, Itália, Reino Unido e Estados Unidos da América, condenamos nos termos mais veementes os ataques de 14 de abril na região do Curdistão iraquiano", disseram os cinco países em comunicado divulgado nesta sexta-feira (16) pelo Departamento de Estado norte-americano

    ​A coalizão destacou que apoiará a investigação do governo do Iraque sobre o incidente para garantir a responsabilização dos autores desse ataque, o segundo do tipo em dois meses. 

    "Estamos unidos em nossa visão de que os ataques ao pessoal e às instalações dos EUA e da coalizão não serão tolerados e reiteramos nosso compromisso inabalável com a luta contra o ISIS [Daesh, organização extremista proibida na Rússia e em vários outros países]."

    Autoridades iraquianas relataram que, na última quarta-feira (14), um drone lançou explosivos perto de forças norte-americanas estacionadas no aeroporto internacional de Arbil, capital da região autônoma do Curdistão. Embora esses bombardeios, até onde se sabem, não tenham deixado vítimas, o Ministério da Defesa da Turquia afirmou que outro ataque, com foguete, teria matado um soldado turco em uma base militar próxima. Ainda não está claro que estaria por trás dessas ações.

    Mais:

    'Forças de resistência desconhecidas' atacam escritório do Mossad no Iraque, segundo mídia
    Iraque descobre 'tesouro' do Daesh contendo US$ 1,6 milhão e muito ouro e prata (FOTOS)
    Ataque no Iraque deixa ao menos 1 militar dos EUA morto, segundo relatos (VÍDEO)
    Tags:
    Arbil, Curdistão, ataque, drone, Iraque, Reino Unido, França, Estados Unidos, EUA, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar