11:27 27 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Situação da COVID-19 em meados de abril no mundo (75)
    0 21
    Nos siga no

    A Casa Branca informou nesta sexta-feira (16) que os Estados Unidos investirão US$ 1,7 bilhão (R$ 9,54 bilhões) para monitorar, rastrear e combateras variantes emergentes do coronavírus que estão ameaçando o país.

    "A fim de melhorar a detecção, monitoramento e mitigação dessas variantes da COVID-19, a administração Biden está investindo rapidamente US$ 1,7 bilhão do Plano de Resgate Americano para ajudar os estados e outras jurisdições a combater essas mutações de forma mais eficaz", diz o comunicado da Casa Branca.

    O Plano de Resgate Americano é um projeto de lei de alívio à pandemia de US$ 1,9 trilhão [R$ 10,66 trilhões] aprovado pelo Congresso dos EUA em março.

    Paciente da COVID-19 aguarda transporte durante evento de vacinação comunitária em Martinsburg, Virgínia Ocidental, EUA, 11 de março de 2021
    © REUTERS / Kevin Lamarque
    Paciente da COVID-19 aguarda transporte durante evento de vacinação comunitária em Martinsburg, Virgínia Ocidental, EUA, 11 de março de 2021

    A Casa Branca declarou também que a cepa original da COVID-19 compreendia apenas cerca de metade de todas as quase 31,5 milhões de infecções nos Estados Unidos, enquanto "cepas novas e potencialmente perigosas" compõem a outra metade.

    De acordo com os dados divulgados pela Universidade John Hopkins, que monitora os casos de COVID-19 no mundo, os EUA totalizam 565.353 óbitos e cerca de 31,5 milhões de casos de coronavírus.

    Tema:
    Situação da COVID-19 em meados de abril no mundo (75)

    Mais:

    Anthony Fauci: EUA vivem momento crítico e estão à beira de enfrentar 4ª onda da COVID-19
    Fauci diz que divisões políticas contribuíram para 500 mil mortos por COVID-19 nos EUA
    Maior autoridade sobre COVID-19 nos EUA alerta: vem aí a 4ª onda da pandemia no país
    Médico rejeita previsão de universidade dos EUA: 'Brasil pode evitar 600 mil óbitos pela COVID-19'
    Tags:
    investimentos, pandemia, EUA no Iraque, novo coronavírus, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar