05:29 10 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    0 04
    Nos siga no

    A administração do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, pretende realizar uma venda de armas de defesa aos Emirados Árabes Unidos em breve, disse um porta-voz do Departamento de Estado em um comunicado.

    "Embora não façamos comentários sobre o litígio em andamento, podemos confirmar que o governo pretende avançar com essas propostas de vendas de defesa para os Emirados Árabes Unidos, mesmo enquanto continuamos a revisar os detalhes e consultar as autoridades dos Emirados para garantir que desenvolvemos um entendimento mútuo sobre suas obrigações antes, durante e depois da entrega", disse o porta-voz, citado pelo jornal The Huffington Post.

    Presidente dos EUA, Joe Biden, discursa na Casa Branca, Washington, EUA, 22 de fevereiro de 2021
    © REUTERS / Jonathan Ernst
    Presidente dos EUA, Joe Biden, discursa na Casa Branca, Washington, EUA, 22 de fevereiro de 2021

    A venda de armas, no valor de US$ 23,4 milhões (cerca de R$ 133,7 milhões), foi proposta durante a administração de Donald Trump (2017-2021) e teve a oposição de quase todos os democratas no Senado, que argumentaram contra as violações aos direitos humanos cometidas pelos Emirados Árabes Unidos.

    Apesar da posição de seu partido, Biden não se pronunciou com firmeza sobre o assunto e até o momento havia dúvidas quanto à concretização do acordo.

    Mais:

    Forças dos EUA na Síria transferem comboio de armas e equipamentos para campo de petróleo, diz mídia
    Joe Biden quer nova legislação sobre armas de fogo nos EUA
    EUA: China não tem interesse em acordos de controle de armas que restrinjam modernização
    EUA transportam armas e equipamento logístico do Iraque para Síria, diz mídia
    Tags:
    defesa, venda de armas, venda, Joe Biden, Emirados Árabes Unidos, Emirados Árabes, EAU
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar