12:49 17 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    4100
    Nos siga no

    Mais de oito meses após um acidente com um veículo de assalto anfíbio que matou oito fuzileiros navais e um marinheiro, o comandante da 15ª Unidade Expedicionária de Fuzileiros Navais foi dispensado de seu cargo.

    O coronel Christopher Bronzi, comandante da 15ª Unidade Expedicionária de Fuzileiros Navais (MEU, na sigla em inglês) foi dispensado de suas funções após uma investigação sobre um incidente fatal envolvendo um veículo anfíbio em julho passado, disse o Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA em comunicado nesta terça-feira (23).

    "[Bronzi foi dispensado] devido à perda de confiança em sua capacidade de comando, após a conclusão da investigação de comando sobre o acidente [envolvendo um] veículo anfíbio ocorrido na costa da Ilha de San Clemente, Califórnia, [EUA,] em 30 de julho de 2020", lê-se no comunicado.

    O coronel Fridrik Fridriksson vai assumir o comando da 15ª Unidade Expedicionária de Fuzileiros Navais, acrescenta a nota.

    Em 30 de julho, um veículo de assalto anfíbio transportando 15 fuzileiros navais e um marinheiro afundou na costa do sul da Califórnia durante um exercício, resultando na morte de nove pessoas.

    Mais:

    Submarinos nucleares da Marinha russa receberão novas armas
    Navio militar dos EUA entra no mar Negro, outro destróier está rumo à região, diz Marinha americana
    Marinha da Rússia monitora destróier dos EUA no mar Negro
    Capacidade da China de afastar Marinha dos EUA tem 'melhorado continuamente', diz Pentágono
    Tags:
    navios de assalto anfíbios, anfíbio, EUA, Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos, Corpo de Fuzileiros Navais, fuzileiros navais
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar