08:24 18 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    1100
    Nos siga no

    O Exército do México aprendeu um lote da vacina russa Sputnik V escondido em um avião privado, que acabou por ser identificado como falso.

    Na quarta-feira (17), o Exército mexicano do estado de Campeche confiscou frascos para injetáveis que supostamente continham a vacina russa Sputnik V contra a COVID-19, segundo informou o governo mexicano em comunicado de imprensa.

    Funcionários da Administração Geral da Alfândega e do Exército mexicano inspecionaram uma aeronave privada que estava estacionada no Aeroporto Internacional de Campeche (no sudeste do país) e prevista voar para a cidade hondurenha de San Pedro Sula.

    Durante o protocolo de revisão do avião, as autoridades detectaram "1.155 frascos com o equivalente a 5.775 doses da vacina russa contra a COVID-19", que foram escondidas um uma geladeira branca que continha refrigerantes e guloseimas, segundo o comunicado.

    ​Alfândega e o Exército mexicano travaram a transferência ilegal de vacinas Sputnik V com destino a Honduras em uma aeronave privada na alfândega de Campeche. Com as ações coordenadas reforçamos a segurança nacional e prevenimos o mau uso de vacinas contra COVID-19.

    A Administração Geral da Alfândega apreendeu os frascos com as doses da Sputnik V. A tripulação e os passageiros da aeronave de nacionalidade hondurenha formam apresentados à Procuradoria-Geral da República.

    Vacina falsa

    Embora as autoridades mexicanas declarassem que confiscaram cinco mil doses da vacina russa Sputnik V, o Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo), que está dedicado à distribuição e venda do imunizante, esclareceu na quinta-feira (18) que se trata de "uma substância falsa".

    "A análise das fotografias do lote apreendido, incluindo o desenho das embalagens e etiquetas, sugere que se trata de uma substancia falsa que não tem nada a ver com a vacina original", segundo o comunicado de imprensa do RFPI.

    Além disso, o RFPI afirmou que o procedimento de envio "infringiu os protocolos de embalagem e transporte" da vacina Sputnik V.

    ​Um lote da vacina russa falsa da Sputnik V foi confiscado no México. Veja esta comparação da Sputnik V genuína com a versão falsa. A história completa foi publicada hoje mais cedo.

    Até agora, o México recebeu um total de 400 mil doses da Sputnik V contra o coronavírus, como parte do acordo entre o presidente, Andrés Manuel López Obrador, e seu homólogo russo, Vladimir Putin, para adquirir 24 milhões de doses do imunizante.

    Mais:

    COVID-19: políticos noruegueses pedem aprovação da Sputnik V ante recorde no número de casos
    Regulador europeu diz que vacina AstraZeneca é 'segura e eficaz'
    Líbano receberá 1º lote da Sputnik V na próxima semana
    Equipe norueguesa descobre causa de coágulos sanguíneos após inoculação da vacina da AstraZeneca
    Pazuello admite que Bolsonaro busca alguém para substituí-lo e anuncia acordo com Pfizer e Janssen
    Tags:
    México, Honduras, vacina, COVID-19, Sputnik V
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar