02:22 17 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Pandemia de COVID-19 no mundo em meados de março de 2021 (83)
    230
    Nos siga no

    Os Estados Unidos cumprirão uma meta importante nesta sexta-feira (19), com a aplicação de 100 milhões de doses da vacina anti-COVID-19, disse hoje (18) o presidente Joe Biden.

    "Tenho o orgulho de anunciar que amanhã [19], 58 dias após o início de nossa administração, teremos cumprido nossa meta de administrar 100 milhões de vacinas aos nossos compatriotas", afirmou o chefe de Estado dos EUA, ao acrescentar que isso acontecerá "semanas antes do previsto".

    Nossa administração tem trabalhado sem parar para aumentar as vacinas — e esta tarde, estarei atualizando o nosso progresso. Confira.

    O presidente norte-americano indicou que, há oito semanas, no início de seu mandato, apenas 8% da população de idosos dos EUA havia sido vacinada contra a COVID-19, enquanto, atualmente, cerca de 65% das pessoas com 65 anos ou mais já receberam pelo menos uma dose do imunizante.

    "Este é o começo, não vamos parar até que tenhamos derrotado esta pandemia", disse o presidente.

    No entanto, embora Biden tenha afirmado que se trata de "um momento para ser otimista", ele alertou que "agora não é a hora de relaxar" e pediu colaboração a todos os norte-americanos.

    As vacinas contra a COVID-19 são seguras e eficazes. ​Mais de 73 milhões de pessoas já receberam doses da vacina contra a COVID-19, que estão sob o monitoramento de segurança mais intenso da história dos EUA.

    De acordo com os últimos dados dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) dos EUA, já foram administradas 115.730.008 doses de vacinas contra a COVID-19 no país.

    No total, 75.495.716 pessoas receberam pelo menos uma dose, o que equivale a 22,7% da população dos Estados Unidos, enquanto 40.981.464 já foram vacinados duas vezes, o que corresponde a 12,3% da população do país.

    Até esta quinta-feira (18), os Estados Unidos haviam acumulado 29.651.206 infecções desde o início da pandemia, das quais 538.799 pessoas morreram, segundo o levantamento da universidade norte-americana Johns Hopkins.

    Tema:
    Pandemia de COVID-19 no mundo em meados de março de 2021 (83)

    Mais:

    Lula pede que Biden convoque reunião do G20 para redistribuir vacinas contra a COVID-19 (VÍDEO)
    Biden e Kamala visitam Atlanta, na semana dos ataques ocorridos na cidade
    Carta de Biden: efeito Lula pressiona, mas mudança de Bolsonaro não é 'factível', diz especialista
    Tags:
    vacinação, COVID-19, EUA, Joe Biden
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar