18:25 26 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    111
    Nos siga no

    O Senado dos Estados Unidos confirmou nesta quinta-feira (18), sem objeções, o experiente diplomata William Burns como diretor da Agência Central de Inteligência (CIA, na sigla em inglês) do país.

    A aprovação aconteceu por votação verbal e veio logo depois que o senador republicano Ted Cruz, do Texas, suspendeu o bloqueio que havia feito para a indicação.

    Burns atuou como embaixador dos EUA na Rússia e na Jordânia e tem mais de 30 anos de serviço no Departamento de Estado, o que abrange os governos de presidentes democratas e republicanos. Em sua audiência de confirmação no mês passado, Burns prometeu que entregaria inteligência "nua e crua" para a Casa Branca.

    Naquela mesma audiência, o experiente diplomata foi recebido de maneira calorosa pelos republicanos, mas sua confirmação foi bloqueada por Cruz, que exigiu uma forte condenação por parte da administração de Joe Biden para a construção de um novo gasoduto da Rússia, o Nord Stream 2.

    Saúdo a declaração de hoje [18] do secretário Blinken, que reforça para a comunidade internacional que existe um compromisso bicameral, bipartidário e de todo o governo nos Estados Unidos para impedir o gasoduto Nord Stream 2 de Putin.

    Hoje (18), o secretário de Estado Antony Blinken emitiu um comunicado no qual classifica o Nord Stream 2 como "um mau negócio para Alemanha, Ucrânia e nossos aliados e parceiros da Europa Central e do Leste". Após o posicionamento do secretário, Cruz suspendeu o bloqueio que havia feito sobre a indicação de Burns.

    O governo Biden deixou claro que o Nord Stream 2 é um mau negócio. Continuamos monitorando as atividades e alertamos que qualquer entidade envolvida no gasoduto Nord Stream 2 poderá ser alvo de sanções. Estamos empenhados em cumprir a legislação do Congresso a esse respeito.

    Mais:

    'Subestimar a Rússia de Putin é sempre um erro', diz indicado de Biden para chefiar a CIA
    EUA têm mil soldados 'não oficiais' no Afeganistão, alguns trabalhariam para CIA, diz jornal
    Ex-agente da CIA explica para Sputnik por que Julian Assange não deverá ter julgamento justo
    Tags:
    EUA, Senado dos EUA, CIA, Ted Cruz, Nord Stream 2
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar