18:39 16 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    743
    Nos siga no

    Todos os soldados norte-americanos podem sair do Afeganistão até 1º de maio de 2021, mas o processo vai ser "difícil", afirmou o presidente dos EUA, Joe Biden, em entrevista ao canal ABC News, publicada nesta quarta-feira (17).

    "Isso poderia acontecer", afirmou Biden quanto à retirada de todas as forças militares norte-americanas de solo afegão, adicionando ser um processo "difícil".

    O presidente dos Estados Unidos também notou que a decisão final sobre o prazo de saída dos últimos 250 mil soldados do Afeganistão ainda não foi tomada, e agora Washington está consultando aliados sobre o assunto.

    "O fato é que não houve um acordo fortemente negociado [com Talibã] e trabalhado pelo presidente – ex-presidente [Donald Trump]. Então, nós estamos em consultas com nossos aliados bem como com o governo, e esta decisão vai ser [tomada] – está em processo agora", detalhou Biden.

    Os Estados Unidos e o Talibã (organização terrorista proibida na Rússia) celebraram um acordo no ano passado que prevê a retirada das tropas norte-americanas do Afeganistão em troca de ações do Talibã, que prometeu deixar de atacar forças norte-americanas e iniciar conversações de paz com Cabul.

    Logo após os atentados terroristas de 11 de setembro de 2001, o governo dos EUA decidiu invadir o território do Afeganistão, acusando o Talibã de estar por trás dos ataques e apoiar o então líder da Al-Qaeda, Osama bin Laden.

    Desde o referido ano, forças de uma coalizão internacional estiveram em conflito direto com o Talibã. Contudo, em 29 de fevereiro de 2020, os EUA e o Afeganistão assinaram um tratado de paz que estabelecia a retirada das tropas norte-americanas de solo afegão, bem como das outras forças estrangeiras.

    Mais:

    Biden afirma que Putin 'pagará' pela suposta interferência nas eleições de 2020
    Administração Biden autoriza exportação de tecnologia-chave de submarino para Taiwan
    Relatório de EUA sobre 'interferência russa' visaria antecipar 'material comprometedor' contra Biden
    Tags:
    EUA, soldados, militar, Afeganistão, Joe Biden
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar