15:30 17 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    1069
    Nos siga no

    A porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, disse nesta segunda-feira (8) que o governo de Joe Biden continua alarmado com a escalada de ataques à Arábia Saudita.

    "A Arábia Saudita enfrenta ameaças genuínas à segurança vindas do movimento houthi, aliado do Irã no Iêmen, e de outras partes da região. É claro que continuamos a trabalhar em estreita cooperação com os sauditas, devido à ameaça", disse Psaki em coletiva de imprensa diária.

    No início do dia, a Embaixada dos Estados Unidos em Riad disse que Washington estava comprometido com a defesa da Arábia Saudita, após o ataque com drones e mísseis de domingo (7), incluindo um destinado a uma instalação saudita vital para as exportações de petróleo.

    "Entendemos que eles enfrentam ameaças genuínas à segurança do Iêmen e de outros na região [...] Buscaremos maneiras de melhorar o apoio à capacidade da Arábia Saudita de defender seu território contra ameaças", disse Psaki.

    Em paralelo, a Organização das Nações Unidas condenou ataques de drones e mísseis balísticos contra o país, reivindicados pelos houthis, e expressou preocupação com os ataques aéreos da Arábia Saudita em resposta, declarou o porta-voz da ONU Stéphane Dujarric.

    Apoiadores do movimento houthi durante celebração religiosa em Sanaa, Iêmen, 29 de outubro de 2020 (foto de arquivo)
    © AP Photo / Hani Mohammed
    Apoiadores do movimento houthi durante celebração religiosa em Sanaa, Iêmen, 29 de outubro de 2020 (foto de arquivo)
    "Pedimos a todas as partes para cumprirem com suas obrigações de acordo com o Direito Internacional Humanitário. É realmente muito simples, tais ações são prejudiciais aos esforços de mediação que estão sendo realizados por nosso enviado especial Martin Griffiths", disse Dujarric à imprensa.

    Mais:

    EUA planejam realizar nas próximas semanas vários ataques cibernéticos à Rússia, revela NYT
    Pressão: EUA bloqueiam venda de helicópteros da Turquia ao Paquistão
    Afeganistão rejeita plano dos EUA para acelerar processo de paz
    Tags:
    relações exteriores, governo, Casa Branca, ataques, Arábia Saudita, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar