04:56 28 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    0 11
    Nos siga no

    O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, teve nesta quarta-feira (3) uma reunião digital com a alta comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet.

    O chanceler venezuelano Jorge Arreaza falou sobre a reunião em sua conta no Twitter.

    Acompanhamos o presidente Nicolás Maduro em uma reunião cordial com a alta comissária para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet. Eles discutiram o progresso na cooperação com seu gabinete, o impacto negativo das sanções e nossa política para controlar a COVID-19.

    Recentemente, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) indicou que havia iniciado a avaliação de um documento de entendimento com a Venezuela, assinado em 2019, no qual se contempla a criação de um escritório do ACNUDH no país sul-americano.

    Após essa avaliação, Bachelet destacou que desde setembro do ano passado sua equipe esteve em sete estados na Venezuela, onde fez cinco visitas a centros de detenção para a elaboração de relatórios sobre os direitos humanos no país.

    A alta comissária, que é também ex-presidente do Chile, lembrou que o ACNUDH propôs em outubro ao governo venezuelano um protocolo para a observação de audiências judiciais e manifestou a esperança de que este documento seja adotado e aplicado.

    Mais:

    'Colômbia é um verdadeiro narcoestado': Maduro critica política antidrogas de Iván Duque
    Maduro exige que UE retire sanções contra a Venezuela caso queira diálogo com o país
    UE declara 'persona non grata' chefe de missão diplomática da Venezuela
    Parlamentar opositor da Venezuela diz ter sido deportado dos EUA por estar 'colaborando' com Maduro
    Tags:
    Venezuela, Nicolás Maduro, Michelle Bachelet, ONU, Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH), Acnudh, direitos humanos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar