02:41 21 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Coronavírus no mundo no final de fevereiro de 2021 (71)
    130
    Nos siga no

    As primeiras 192 mil doses da vacina chinesa Sinovac contra a COVID-19 chegaram ao Uruguai na noite desta quinta-feira (25) vindas do Chile, informou o Ministério da Saúde do país em sua conta no Twitter.

    "Às 23h07 chegaram as primeiras doses de vacinas do Laboratório Sinovac. Funcionários do MSP e do Laboratório Calmette verificam os procedimentos estabelecidos para o correto repasse ao laboratório e posterior distribuição das doses ao Laboratório as vacinas", disse o ministério.

    O voo especial da Latam Cargo havia partido uma hora e meia antes de Santiago, no Chile, após uma escala técnica em Sydney desde sua partida inicial em Pequim na noite de quarta-feira (24).

    Enfermeira segura dose da CoronaVac, vacina contra a COVID-19 fabricada pela farmacêutica chinesa Sinovac.
    Amanda Perobelli
    Enfermeira segura dose da CoronaVac, vacina contra a COVID-19 fabricada pela farmacêutica chinesa Sinovac.

    O Uruguai foi um dos últimos países da América Latina a anunciar contratos de vacinas contra a COVID-19, além das que receberá por meio do mecanismo internacional Covax Facility, criado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), e a campanha de vacinação começará na segunda-feira, dia 1º de março.

    Na terça-feira (23), o presidente Luis Lacalle Pou anunciou a chegada das doses do Sinovac e disse que a partir de 15 de março chegarão mais 1.558.000 doses da vacina chinesa.

    Ele acrescentou que entre 8 de março e 26 de abril chegarão ao Uruguai cerca de 460 mil doses da vacina do laboratório norte-americano Pfizer, totalizando 2 milhões de doses. O Uruguai tem uma população de cerca de 3,4 milhões de habitantes.

    Criança com máscara para se proteger do coronavírus no Uruguai
    © AP Photo / Matilde Campodonico
    Criança com máscara para se proteger do coronavírus no Uruguai

    A campanha de vacinação começará atendendo educadores, exceto profissionais universitários, policiais e bombeiros ativos, trabalhadores do Instituto Nacional da Criança e do Adolescente do Uruguai (que atende crianças abandonadas, órfãs, vítimas de violência e separadas de seus pais ou que cometeram crimes) , e a todos os menores de 60 anos.

    Até quinta-feira (25), o Uruguai registrava 55.695 casos de coronavírus e 595 mortes desde março do ano passado.

    Tema:
    Coronavírus no mundo no final de fevereiro de 2021 (71)

    Mais:

    Bolsonaro almoça com presidente do Uruguai e fala em flexibilizar Mercosul
    Ministro uruguaio confirma detecção de variante brasileira do coronavírus no Uruguai
    Presidentes do Paraguai e Uruguai defendem flexibilização do Mercosul
    Tags:
    COVID-19, novo coronavírus, pandemia, vacina, saúde, Uruguai
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar