03:12 04 Março 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Pandemia da COVID-19 no mundo em meados de fevereiro de 2021 (110)
    0 30
    Nos siga no

    A Colômbia iniciará na quarta-feira (17) seu plano de vacinação em massa contra o coronavírus, que tem por objetivo imunizar 70% da população até o final de 2021 (cerca de 35 milhões de pessoas).

    O anúncio foi feito nesta segunda-feira (15) pelo presidente colombiano, Iván Duque, após a chegada no país do primeiro lote da vacina da Pfizer, contendo 50 mil doses do imunizante. 

    "Quero informar a vocês que o processo de vacinação vai começar depois de amanhã, na quarta-feira, dia 17 de fevereiro", disse Duque em pronunciamento à nação feito em programa transmitido pelo governo. 

    A Colômbia assinou acordos para comprar 61,5 milhões de doses de vacinas produzidas por diversos fabricantes: dez milhões da Pfizer; dez milhões da Oxford/AstraZeneca; nove milhões da Janssen; dez milhões da Moderna e 2,5 milhões da CoronaVac. 

    Além disso, mais 20 milhões de doses chegarão ao país por meio do programa COVAX, iniciativa da Organização Mundial da Saúde (OMS) para distribuir vacinas para países mais pobres. 

    A Colômbia registrou nesta segunda-feira (15) mais 3.510 casos da COVID-19 e 181 mortos. Óbitos no país somam 57.786, enquanto 2.198.549 casos foram contabilizados.

    Enfermeira será 1ª vacinada

    A primeira pessoa a ser vacinada na Colômbia será uma enfermeira que trabalha na cidade de Sincelejo, chamada Verónica Machado. 

    "Hoje tive o prazer de falar com ela. Foi uma ligação muito comovente, muito bonita. Ela me dizia: 'Cada dia me sinto mais orgulhosa da profissão que escolhi'. Ela é enfermeira e está na unidade de tratamento intensivo, ajudou a salvar muitas vidas", disse Iván Duque. 

    De acordo com o presidente, primeiro serão imunizados 350 mil profissionais de saúde que trabalham na linha de frente do combate à pandemia. Depois, receberão as doses 1.200.000 idosos com mais de 80 anos. 

    Em seguida, serão vacinados as pessoas com mais de 60 anos e o restante dos profissionais de saúde. De acordo com o presidente, a Colômbia tem capacidade para vacinar 100 mil pessoas por dia. 

    Tema:
    Pandemia da COVID-19 no mundo em meados de fevereiro de 2021 (110)

    Mais:

    Brasil registra 528 mortos pela COVID-19 e óbitos se aproximam de 240 mil
    'No mundo todo não tem vacina': Bolsonaro defende ritmo de imunização no Brasil
    Polícia do Rio investiga 'desvio de dose' na vacinação de idosos
    Tags:
    Pfizer, imunização, vacina, pandemia, COVID-19, novo coronavírus, Iván Duque, Colômbia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar