04:34 20 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    1103
    Nos siga no

    A relatora especial da ONU, Alena Douhan, fez um apelo nesta sexta-feira (12) pedindo aos Estados Unidos e à União Europeia que suspendam as sanções unilaterais que impuseram à Venezuela.

    Após realizar uma visita de duas semanas à Venezuela, Douhan disse que as sanções contra o país exacerbaram calamidades pré-existentes, resultando em crise econômica, humanitária e de desenvolvimento.

    "O efeito devastador das sanções impostas é multiplicado pela extraterritorialidade e cumprimento excessivo, afetando adversamente os setores público e privado, cidadãos da Venezuela, organizações não governamentais, nacionais de terceiros países e empresas", afirmou.

    As sanções foram impostas pela primeira vez à Venezuela em 2005 e foram sendo severamente fortalecidas desde 2015.

    Manifestação a favor do governo em Caracas, na Venezuela
    © AP Photo / Matias Delacroix
    Manifestação a favor do governo em Caracas, na Venezuela

    Douhan destacou que as medidas unilaterais só são legais se forem autorizadas pelo Conselho de Segurança da ONU, ou usadas como contramedidas, não violando nenhuma obrigação dos Estados ou os direitos humanos fundamentais.

    Ela exortou os países a observarem os princípios e as normas do Direito Internacional e lembrou que as preocupações humanitárias devem sempre ser levadas em conta, respeitando a mútua cooperação, solidariedade e o multilateralismo. Douhan informou que planeja publicar um relatório completo sobre sua missão em setembro de 2021.

    Mais:

    Justiça da Venezuela condena 2 ex-gerentes da PDVSA por entregarem informações sensíveis aos EUA
    Maduro acusa Colômbia e Espanha de envolvimento em planos terroristas contra Venezuela
    Venezuela e Irã querem fortalecer cooperação na área judicial
    Tags:
    Conselho de Segurança da ONU, Conselho de Segurança, crise econômica, ONU, sanções, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar