10:25 23 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    10327
    Nos siga no

    Apesar das sanções norte-americanas, o Irã afirma que em janeiro bateu o recorde de exportação de derivados de petróleo. A República Islâmica espera que o presidente dos EUA relaxe as restrições após Washington voltar ao acordo nuclear.

    Os EUA venderam mais de um milhão de barris de combustível iraniano apreendidos no ano passado sob seu programa de sanções contra o país persa, afirmou um funcionário do Departamento de Justiça norte-americano, enquanto outro navio interceptado com petróleo bruto iraniano está sendo encaminhado para um porto dos EUA.

    "O petróleo foi apreendido e uma venda interlocutória preservou o valor em dinheiro do petróleo, que agora está em poder dos EUA", afirmou Marc Raimondi, porta-voz do Departamento de Justiça dos EUA, à agência Reuters.

    O valor do petróleo apreendido não foi revelado, mas provavelmente valia dezenas de milhões de dólares com base nos preços de referência europeus da gasolina.

    Raimondi afirmou ainda que após a liberação do dinheiro, a receita será transferida para o Fundo para as Vítimas do Terrorismo dos EUA. O fundo foi estabelecido pelo governo dos EUA em 2015 e concede indenização a indivíduos que sofreram danos como resultado de um ato de terrorismo internacional por um Estado patrocinador do terrorismo.

    Refinaria de petróleo ao sul de Teerã, capital do Irã
    © AP Photo / Vahid Salemi
    Refinaria de petróleo ao sul de Teerã, capital do Irã

    Sanções norte-americanas

    As apreensões são parte das duras sanções econômicas de Washington a Teerã impostas após o então presidente norte-americano Donald Trump ter retirado os EUA do Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA, na sigla em inglês), em 2018.

    Em uma nova abordagem no ano passado, a administração Trump usou procedimentos de confisco civil para apreender cerca de 1,2 milhão de barris de petróleo que, segundo os EUA, estava sendo enviado do Irã para a Venezuela a bordo de quatro navios-tanque.

    Apesar das sanções norte-americanas, o Irã afirmou que em janeiro deste ano bateu recorde de exportação de derivados de petróleo. Em dezembro de 2020, Teerã anunciou que este ano o país planeja extrair 4,5 milhões de barris do petróleo e gás condensado por dia e aumentar exportações de derivados de petróleo para 2,3 milhões de barris por dia.

    As exportações petrolíferas do Irã caíram após as sanções, mas a República Islâmica espera que atual presidente norte-americano, Joe Biden, relaxe as restrições após os EUA voltarem ao acordo nuclear.

    Mais:

    Irã poderia construir bomba nuclear em 2 anos, diz general israelense
    Irã inicia produção de urânio metálico, segundo Agência Internacional de Energia Atômica
    Físico nuclear iraniano Fakhrizadeh foi assassinado por espiões de Israel e Irã, relata jornal
    Irã inicia exercícios de grande escala com forças terrestres perto da fronteira com Iraque (VÍDEOS)
    Tags:
    Venezuela, petróleo ilegal, petróleo, acordo nuclear, EUA, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar