23:01 11 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Situação mundial da COVID-19 no início de fevereiro de 2021 (80)
    4719
    Nos siga no

    Secretário de Estado dos EUA durante o governo do republicano Donald Trump, Mike Pompeo recusou aceitar as conclusões da equipe de especialistas da OMS sobre a origem do novo coronavírus.

    O ex-secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, rejeitou a conclusão da Organização Mundial da Saúde (OMS) de que é "pouco provável" que o primeiro caso do novo coronavírus se propagasse de animais para humanos.

    "[Nós da administração Trump] saímos da OMS porque passamos a acreditar que ela era corrupta, havia sido politizada, estava de joelhos para o secretário-geral Xi Jinping, na China", afirmou Pompeo à emissora Fox News.

    "Continuo a saber que há evidências significativas de que isso [o SAS-CoV-2] pode muito bem ter vindo daquele laboratório", disse Pompeo, se referindo a uma teoria da conspiração que afirma que o novo coronavírus emergiu de um laboratório em Wuhan, China.

    Especialista da missão da OMS sobre origens do novo coronavírus, Peter Ben Embarek, durante conferência de imprensa em Wuhan, China, 9 de fevereiro de 2021
    © REUTERS / Aly Song
    Especialista da missão da OMS sobre origens do novo coronavírus, Peter Ben Embarek, durante conferência de imprensa em Wuhan, China, 9 de fevereiro de 2021

    Visita da OMS a Wuhan

    Uma equipe de especialistas da Organização Mundial da Saúde (OMS) passou as últimas quatro semanas na cidade chinesa de Wuhan, investigando as origens do novo coronavírus. Na terça-feira (9), os especialistas da OMS anunciaram que é pouco provável que vazamento do vírus SARS-CoV-2 do laboratório de Wuhan tivesse desencadeado o surto da COVID-19.

    Os cientistas também afirmaram que morcegos e pangolins não são reservatórios naturais da COVID-19 e que a transmissão direita da COVID-19 de morcegos para humanos é pouco provável no mercado de Wuhan, dado que havia um hospedeiro intermediário, afirmou Peter Ben Embarek, especialista da segurança de alimentação da OMS. A transmissão do vírus SARS-CoV-2 através de um hospedeiro intermediário provavelmente causou o surto da COVID-19, segundo OMS.

    Tema:
    Situação mundial da COVID-19 no início de fevereiro de 2021 (80)

    Mais:

    Brasil: senador José Maranhão morre aos 87 anos após contrair COVID-19
    Arábia Saudita começa testes clínicos de sua própria vacina contra COVID-19
    Freira de 116 anos, 2ª pessoa mais velha do mundo, se cura da COVID-19
    COVID-19: Brasil chega ao 20º dia seguido com média móvel de mortes acima de 1.000
    Tags:
    Wuhan, novo coronavírus, COVID-19, China, OMS, Mike Pompeo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar