05:47 01 Março 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Situação mundial da COVID-19 no início de fevereiro de 2021 (80)
    0 50
    Nos siga no

    O governo do presidente Joe Biden anunciou nesta sexta-feira que o Pentágono havia aprovado o envio de 1.100 soldados da ativa para ajudar nos esforços de vacinação contra a COVID-19 nos EUA.

    Andy Slavitt, consultor sênior da equipe de resposta COVID-19 da Casa Branca, disse em um comunicado que parte do grupo começaria a chegar à Califórnia nos próximos dez dias.

    O presidente Joe Biden pediu a criação de cem centros de vacinação em massa em todo o país dentro de um mês. Dois estão sendo inaugurados na Califórnia, e Slavitt disse que militares chegarão a esses centros em pouco mais de uma semana.

    Paciente recebe vacina experimental contra a COVID-19 em Seattle, nos EUA (foto de arquivo)
    © AP Photo / Ted S. Warren
    Paciente recebe vacina experimental contra a COVID-19 em Seattle, nos EUA (foto de arquivo)

    Slavitt disse que os militares terão um papel crítico no apoio aos locais de vacinação, ajudando a administrar milhares de vacinas por dia.

    Atualmente, cerca de 6,9 milhões de americanos receberam as duas doses necessárias para obter proteção máxima das vacinas Pfizer-BioNTech e Moderna. Isso se traduz em cerca de 2% da população dos EUA.

    Para alcançar imunidade generalizada ou de "rebanho", cerca de 70% a 85% dos americanos devem ser vacinados. Os EUA estão em uma corrida contra o tempo para conter a propagação do novo coronavírus, cujas mutações podem se mostrar resistentes às vacinas.

    Tema:
    Situação mundial da COVID-19 no início de fevereiro de 2021 (80)

    Mais:

    Agressão de Israel e EUA pode fazer Irã mudar regra religiosa antiarmas nucleares, diz ex-diplomata
    Força Aérea dos EUA investiga invasão em base que hospeda frota presidencial, diz mídia
    Secretário de Estado dos EUA parabenizou a Rússia pela eficácia da Sputnik V, diz Lavrov
    Tags:
    COVID-19, militar, vacina, saúde, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar