02:27 01 Março 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Mundo vs. COVID-19 no final de janeiro de 2021 (110)
    446
    Nos siga no

    O Pentágono informou neste sábado (30) que estava suspendendo o plano de vacinar detidos terroristas em Guantánamo contra a COVID-19, enquanto os EUA lutam para entregar seringas para imunizar públicos prioritários.

    A informação foi divulgada em mensagem no Twitter pelo porta-voz do Pentágono, John Kirby.

    Nenhum detido de Guantánamo foi vacinado. Estamos interrompendo o plano, enquanto revisamos os protocolos de proteção. Continuamos comprometidos com nossas obrigações de manter nossas tropas seguras.

    ​A base da Marinha na Baía de Guantánamo, em Cuba, abriga detidos na "guerra ao terror" dos Estados Unidos, incluindo a importante figura da Al-Qaeda (grupo terrorista proibido na Rússia e em outros países) e suposto planejador dos ataques de 11 de setembro, Khalid Sheikh Mohammed.

    Manifestação contra Guantánamo em Washington
    © flickr.com / Susan Melkisethian
    Manifestação contra Guantánamo em Washington

    O Departamento de Defesa disse à mídia norte-americana no início da semana que ofereceria vacinas a seus detidos e prisioneiros, a serem administradas "de forma voluntária".

    Os EUA são o país mais atingido no mundo pela pandemia do novo coronavírus, em termos absolutos, com 436.000 mortes e quase 26 milhões de casos.

    O presidente, Joe Biden, prometeu vacinar 100 milhões de americanos em seus primeiros 100 dias no cargo, mas até agora a campanha de vacinação em massa do país tem sido afetada por tropeços, incluindo a escassez de vacinas e dificuldades técnicas generalizadas para os americanos elegíveis que tentam marcar consultas.

    Tema:
    Mundo vs. COVID-19 no final de janeiro de 2021 (110)

    Mais:

    EUA estariam construindo nova base militar na parte controlada pelos curdos na Síria
    Hospitalizados 11 militares do Exército dos EUA por ingerirem líquido tóxico pensando que era álcool
    Avião presidencial do Equador faz pouso de emergência nos EUA
    Tags:
    Base de Guantánamo, vacinação, vacina, novo coronavírus, COVID-19, pandemia, saúde, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar