15:26 16 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Mundo vs. COVID-19 no final de janeiro de 2021 (110)
    0 40
    Nos siga no

    O número de casos confirmados de COVID-19 no mundo já ultrapassou a marca dos 100 milhões, de acordo com os dados da Universidade Johns Hopkins em Baltimore. Ao todo, são mais de 2,1 milhões de mortes causadas pelo vírus.

    Os Estados Unidos detectaram dois casos de uma variante do novo coronavírus que surgiu na África do Sul em outubro de 2020. O anúncio foi feito pelo estado da Carolina do Sul nesta quinta-feira (28).

    "O Departamento de Saúde e Controle Ambiental da Carolina do Sul (DHEC) anunciou hoje a detecção de dois casos associados à variante do SARS-CoV-2 que surgiu recentemente na África do Sul. Estes são os dois primeiros casos dessa variante nos Estados Unidos", informou a Secretaria de Saúde do estado em comunicado.
    Pessoas em luto durante enterro de parente, falecido em função da COVID-19, em San Felipe, Texas, EUA, 26 de janeiro de 2021
    © REUTERS / Callaghan O'Hare
    Pessoas em luto durante enterro de parente, falecido em função da COVID-19, em San Felipe, Texas, EUA, 26 de janeiro de 2021

    O número de casos confirmados de COVID-19 em todo o mundo já ultrapassou 100 milhões. Já a quantidade de mortes causadas pelo vírus é de mais de 2,1 milhões, de acordo com os dados da Universidade Johns Hopkins em Baltimore, em Maryland.

    Os países mais atingidos atualmente são os EUA, com mais de 25,5 milhões de infectados e 429 mil mortes. Em seguida, aparecem a Índia, com mais de 10,6 milhões de casos e mais de 153.500 mortes, e o Brasil, com quase 9 milhões de casos e ao menos 220 mil mortes.

    Na Europa, o Reino Unido, que sofre com uma nova cepa de coronavírus, é o mais afetado. O país tem um total de 3,7 milhões de infectados e mais de 102 mil mortes.

    Tema:
    Mundo vs. COVID-19 no final de janeiro de 2021 (110)

    Mais:

    Governo de São Paulo confirma 3 primeiros casos de COVID-19 com a variante do Amazonas
    COVID-19: com falta de médicos, Portugal cogita 'exportar' doentes, mas brasileiros poderiam ajudar
    Revelada doença que quase triplica risco de morte por COVID-19
    Tags:
    África do Sul, Índia, Reino Unido, Brasil, Estados Unidos, pandemia, COVID-19, novo coronavírus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar