05:33 06 Março 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Mundo vs. COVID-19 no final de janeiro de 2021 (110)
    2310
    Nos siga no

    O presidente dos EUA, Joe Biden, anulou a proibição de transgêneros nas Forças Armadas norte-americanas, revertendo decisão de Donald Trump, informou a Casa Branca em um comunicado nesta segunda-feira (25).

    A Casa Branca anunciou a medida antes da posse cerimonial do secretário de Defesa Lloyd Austin. Poucos dias após a cerimônia de posse, Biden já assinou mais de 30 ações e ordens executivas.

    "O presidente Biden acredita que a identidade de gênero não deve ser uma barreira para o serviço militar e que a força da América está em sua diversidade. Permitir que todos os americanos qualificados sirvam ao seu país em uniforme é melhor para os militares e melhor para o país, porque uma força inclusiva é uma força mais eficaz. Simplificando, é a coisa certa a fazer e é do nosso interesse nacional", diz a declaração.

    Em 2017, o ex-presidente dos EUA, Donald Trump, proibiu que transgêneros servissem às Forças Armadas, argumentando que os tratamentos, incluindo terapia de reposição hormonal e cirurgia, seriam caros.

    A medida para anular a proibição de transgêneros nas Forças Armadas dos EUA soma-se à longa lista de ações assinadas pelo novo presidente. Na semana passada, através de despachos, Biden intensificou o combate à pandemia de COVID-19 e aumentou a assistência alimentar e o salário mínimo federal para US$ 15 (R$ 82) por hora.

    De acordo com a mídia norte-americana, Biden ainda anunciará, nesta semana, uma série de medidas relativas ao comércio, à imigração, à Saúde e ao sistema de Justiça.

    Tema:
    Mundo vs. COVID-19 no final de janeiro de 2021 (110)

    Mais:

    Por telefone, Johnson e Biden discutem alinhamento de política externa sobre China, Irã e Rússia
    Irã apresenta 7 condições a Biden para retomar conversas sobre acordo nuclear
    Think tanks dos EUA instam Biden e aliados a seguir pressão comercial de Trump contra China
    Tags:
    Casa Branca, transgêneros, Exército, Forças Armadas, Estados Unidos, Donald Trump, Joe Biden
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar