01:48 01 Março 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    164
    Nos siga no

    A presidente da Câmara dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, planeja enviar o pedido de impeachment contra Donald Trump ao Senado na próxima segunda-feira (25), dando mais um passo ao início do julgamento do ex-presidente, acusado de incitação à violência no episódio de invasão ao Capitólio.

    O líder da maioria no Senado, Chuck Schumer, anunciou o planejamento do próximo passo do impeachment nesta sexta-feira (22).

    "Eu falei com Pelosi, que me informou que os artigos seriam entregues ao Senado na segunda-feira (25). Haverá um julgamento. Será um julgamento completo. Será um julgamento justo", disse Schumer, no Senado.

    Embora o envio do artigo ao Senado dê início ao julgamento, os próximos passos do impeachment seguem incertos.

    Os democratas da Câmara que votaram pelo impeachment de Trump na semana passada defendem que um ajuste de contas é necessário antes que o país – e o Congresso – possam seguir em frente.

    Por outro lado, na última quinta-feira (21), o líder republicano do Senado Mitch McConnell propôs adiar o início do julgamento de impeachment de Trump para fevereiro, para dar ao ex-presidente tempo para a preparação e revisão do caso.

    "Os republicanos do Senado estão fortemente unidos por trás do princípio de que a instituição do Senado, o gabinete da presidência e o próprio ex-presidente Trump merecem um processo completo e justo que respeite seus direitos e as sérias questões factuais, jurídicas e constitucionais que estão em jogo", disse McConnell, segundo a AP.
    Mitch McConnell, líder da maioria republicana do Senado dos EUA
    © REUTERS / Joshua Roberts
    Mitch McConnell, líder da maioria republicana do Senado dos EUA

    No dia 13 de janeiro, uma semana antes da posse de Joe Biden, a Câmara dos EUA aprovou pela segunda vez o impeachment contra Donald Trump, tornando-o o primeiro presidente a enfrentar dois processos de impeachment e o primeiro a enfrentar um julgamento após deixar o cargo.

    O primeiro pedido de impeachment acusou Trump de abuso de poder e obstrução do Congresso. Em 5 de fevereiro de 2020, o Senado absolveu o presidente das acusações.

    Mais:

    Fim da presidência: Donald e Melania Trump deixam Casa Branca
    A misteriosa carta de Trump para Biden: qual foi a mensagem dela?
    Trump deixa o cargo 'derrotado, isolado e quebrado', declara filha do general iraniano Soleimani
    OTAN: é necessário reconstruir a confiança após governo Trump
    Trazido de volta por Biden, Anthony Fauci descreve como 'libertador' não trabalhar mais para Trump
    Tags:
    Câmara dos EUA, Mitch McConell, Washington, Nancy Pelosi, impeachment, Estados Unidos, Donald Trump
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar