22:56 25 Fevereiro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    4127
    Nos siga no

    Janet Yellen, nomeada por Joe Biden para secretária do Tesouro, apelou, durante audiência de conformação, para que os EUA permanecessem firmes em suas sanções contra a Rússia por alegadas agressões no leste da Ucrânia e na Crimeia.

    "Se confirmado, eu vou trabalhar de perto com a Casa Branca e suas outras agências em toda a administração na política dos EUA para Rússia", declarou Yellen na quinta-feira (21). "Eu me comprometo a aplicar rigorosamente as sanções contra agentes russos pela agressão territorial no leste da Ucrânia e na Crimeia, e por outras ameaças à segurança nacional dos EUA", citada pela agência Bloomberg.

    Sob as administrações de Obama e de Trump, os EUA impuseram sanções contra autoridades russas e ucracianas. Após assumir recentemente a presidência, o democrata Joe Biden não parece dar sinais de querer mudar a direção norte-americana no que diz respeito à Rússia.

    As relações entre Washington e Moscou têm sido tensas desde 2014, com o brotar da crise na Ucrânia, após a Crimeia ter decidido se reunificar com a Rússia. Com aliados, os EUA foram introduzindo sucessivas rodadas de sanções contra a Rússia.

    Mais:

    Opositor russo Aleksei Navalny é preso ao chegar a Moscou vindo de Berlim (VÍDEO)
    'Vamos informar às autoridades russas que Fauzi responde por terrorismo', diz procurador à Sputnik
    'Carta ameniza, mas não resolve tensões' entre Biden e Bolsonaro, afirma analista
    Tags:
    Joe Biden, sanções, Ucrânia, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar