18:05 13 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    1152
    Nos siga no

    O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, pediu nesta quarta-feira (20) a Joe Biden que retifique e ponha fim à "demonização" que os Estados Unidos construíram contra seu país.

    "Chamou-me a atenção que o presidente Joe Biden [...] tenha pedido para se superar a demonização que os supremacistas e a extrema direita têm feito das forças políticas chefiadas por ele [...] Poderíamos falar o mesmo da Venezuela, eu peço que o novo governo dos Estados Unidos supere a demonização que fizeram da Revolução Bolivariana", disse Maduro em um ato governamental.

    O presidente venezuelano também disse ter dado instruções para estudar a possibilidade de estabelecer novas relações com os EUA após a posse de Biden.

    O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, assina primeiros decretos após tomar posse.
    © REUTERS / Tom Brenner
    O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, assina primeiros decretos após tomar posse.
    "Considero importante que a Assembleia Nacional, como órgão legislativo do país, que sua comissão de política externa estude e adote iniciativas legislativas e políticas para iniciar novas relações entre os EUA e a Venezuela", declarou Maduro, em discurso veiculado pelo Twitter.

    #EnVideo | Pdte. @NicolasMaduro: Hoje #20 Donald Trump saiu, nós o derrotamos, vitória da Venezuela. A cultura, a identidade e a rebelião da Venezuela triunfaram, Trump vai embora, mas o império permanece.

    ​Maduro ponderou que o país latino-americano tem excelentes relações com a sociedade americana, universidades, sindicatos e movimentos afro-americanos.

    "Queremos aprimorar nossa relação com uma relação de respeito, reciprocidade e futuro", finalizou o presidente da Venezuela.

    Mais:

    Venezuela firma acordo com a Rússia e vai produzir a Sputnik V
    Venezuela denuncia apropriação ilegal de filial de sua petrolífera nos EUA
    'Venezuela tenta aprofundar laços com o Brasil ao enviar oxigênio para Manaus', avalia especialista
    Tags:
    Joe Biden, Nicolás Maduro, política, governo, relações exteriores, EUA, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar